Após registrar no final de 2016 de forma confidencial alguns documentos que precedem sua IPO (oferta pública inicial), a Snap, Inc. deve fazer ainda nesta semana o registro público que vai permitir a ela abrir suas ações para o mercado no futuro. Com isso, a população deve conseguir ter uma ideia melhor da estrutura financeira da companhia e de outros detalhes de sua organização interna.

Segundo Kara Swisher, do site Recode, responsável por descobrir as intenções da companhia, essa postura desobstrui o caminho para que ela abra suas ações a ofertas ainda em 2017. Prevista para março deste ano, a abertura deve estabelecer o patamar através do qual outras companhias de tecnologia que tomarem atitudes semelhantes neste ano devem ser comparadas.

A expectativa é que a companhia tenha seu valor avaliado em US$ 20 bilhões 

Antes da IPO, a Snap, Inc. deve promover um “roadshow” para mostrar à Wall Street os motivos pelos quais vale a pena investir nela. A expectativa é que a companhia tenha seu valor avaliado em US$ 20 bilhões durante sua abertura na bolsa, valor calculado após previsões de que ela pode render mais de US$ 1 bilhão em vendas neste ano.

Com 150 milhões de usuários ativos diariamente, a Snap Inc. vai se vender ao mercado como uma plataforma de publicidade que pode ser tanto complementar a redes como o Facebook quanto atuar como uma alternativa a empresas que desejam atingir um público diferente. No entanto, para ela ser bem-sucedida nesse sentido, vai ter que lidar com a concorrência cada vez maior de produtos como o Instagram Stories, que vem ganhando fôlego nos últimos meses.

Cupons de desconto TecMundo: