Embora não sejam exatamente uma novidade no mercado de eletrônicos, os “wearables” — também conhecidos como “dispositivos vestíveis” — parecem somente agora estar ganhando a atenção dos grandes nomes do mercado. Muitas empresas apostam que os dispositivos da categoria em breve devem passar por uma explosão de vendas e já apostam em maneiras de se aproveitar dessa oportunidade.

Diante desse cenário, o TecMundo reuniu todas as informações que você precisa saber sobre alguns dos principais dispositivos que já estão disponíveis nas lojas ou devem poder ser adquiridos muito em breve pelo público. Como nosso foco foram produtos recentes, não estranhe o fato de produtos conhecidos como o SmartWatch 2 da Sony e a Vivofit da Garmin estarem de fora de nossa seleção.

Além do quadro comparativo que mostra as especificações dos principais produtos do mercado, você confere uma breve descrição com o diferencial de cada produto escolhido. Para facilitar a consulta, separamos os dispositivos nas categorias smartwatches e smartbands — preferindo deixar de lado outros dispositivos “vestíveis” menos consolidados, como o Google Glass.

Smartwatches

ZenWatch

A primeira geração de relógios inteligentes da ASUS se diferencia por estrear as opções de personalização do sistema operacional Android Wear com a interface Zen UI. Além de apresentar um visual atraente (e bastante próximo ao de um relógio convencional), o gadget chama a atenção por sua capacidade de controlar câmeras fotográficas de forma remota.

Apple Watch

Ainda envolto em mistérios, o Apple Watch é a grande aposta da companhia de Cupertino para estabelecer seu nome como referência na área. Equipado com um sistema operacional proprietário, o acessório promete se tornar tanto um item de moda quanto um dispositivo tecnológico que desperta desejos. Disponível em diversos tamanhos e acabamentos, o produto pode chegar a custar até US$ 5 mil dependendo do modelo escolhido.

SmartWatch 3

Veterana na área dos wearables, a Sony aposta no Android Wear como forma de chamar a atenção para a nova geração de seu SmartWatch. Os principais diferenciais do produto em relação a seus rivais é a possibilidade de realizar recargas a partir de uma conexão micro USB e sua bateria, que promete entre 2 a 5 dias de uso contínuo com uma única recarga.

LG G Watch R

Também apostando no Android Wear, o LG G Watch R possui características que o tornam bastante próximo a um relógio convencional. Entre elas, está o fato de o aparelho usar um padrão de pulseiras intercambiáveis que possibilita usar praticamente qualquer opção disponível no mercado para moldar o dispositivo a seu gosto pessoal.

Samsung Gear S

Adição mais recente à extensa linha de smartwatches da Samsung, o Gear S se diferencia pela independência. Deixando de lado a necessidade de parear com um smartphone, o dispositivo é capaz de realizar ligações telefônicas e vem acompanhado por diversos aplicativos voltados à prática de esportes — entre eles, o popular Nike+.

Pebble Steel

Embora ainda pouco conhecido no Brasil, o Pebble Steel é um produto que está se tornando famoso devido à combinação entre preço acessível, bateria duradoura e aplicativos populares — como o Foursquare. Capaz de trabalhar em conjunto com aparelhos iOS e Android, a novidade ainda traz como vantagem um visual atraente e possibilita a visualização fácil de notificações em sua tela.

MB Chronowing

Apostando mais em um design belo do que em funcionalidades impressionantes, o MB Chronowing é a forma que a HP encontrou de entrar no mercado de smartwatches. O dispositivo envia alertas discretos para mensagens SMS, emails e aplicativos à sua escolha, sendo compatível tanto com dispositivos Android quanto iOS. Com um visual luxuoso, o gadget conta com uma versão com cristais de safira e pulseira de crocodilo que custa o valor nada modesto de US$ 649.

Moto 360

Já disponível no Brasil, o primeiro smartwatch da Motorola chama a atenção pelo preço acessível em relação a seus competidores — por aqui, o dispositivo custa metade do que é cobrado pelo Gear S. Oferecendo recursos de recarga wireless, o dispositivo peca pela bateria que precisa ser recarregada diariamente.

Smartbands

Conhecidas pelo foco na realização de exercícios e no estabelecimento de práticas de vida saudável, as smartbands atuam de forma mais discreta que os smartwatches. Em vez de ser o centro das atenções, essa categoria de acessórios age mais como um complemento para seu cotidiano, permanecendo “esquecidos” a maior parte do tempo enquanto realizam suas ações.

Microsoft Band

Quebrando expectativas, a primeira empreitada da Microsoft no mundo dos vestíveis é uma smartband e não um relógio inteligente, conforme era cogitado. Dedicado ao acompanhamento de atividades físicas, o produto também age como uma espécie de assistente pessoal que exibe mensagens de texto, chamadas recebidas, recados e atualizações de redes sociais.

Razer Nabu

Conhecida pela produção de acessórios para games, a Razer quer mostrar que os fãs dos jogos eletrônicos também levam uma vida saudável. Para isso, a empresa aposta em um acessório que ajuda você a regular suas atividades físicas e que também ajuda na interação social — basta um aperto de mãos entre dois usuários da Nabu para que eles se adicionem como amigos no Facebook.

Sony SmartBand Talk

Enquanto na primeira geração da SmartBand a Sony apostou em um acessório dependente do aplicativo Lifelog, agora a empresa traz um pouco mais de independência a seu produto. Com uma tela com a tecnologia e-Ink (que garante a economia de bateria), o dispositivo possui resistência à água e a arranhões e compatibilidade com dispositivos Android.

Nike+ FuelBand SE

Uma das primeiras empresas a apostar nas smartbands como um complemento para atividades físicas, a Nike adota soluções diferentes das convencionais na FuelBand SE. Em vez de trazer uma tela, por exemplo, o dispositivo apresenta dois painéis LED capazes de exibir mensagens e pequenas notificações através de um código de cores próprio. O gadget trabalha em conjunto com aparelhos com os sistemas iOS e Android.

Garmin Vivosmart

Outra empresa relativamente desconhecida no Brasil, a Garmin é bastante popular entre aqueles que já adotaram os wearables como parte de sua vida. Lançada em setembro de 2014, a Vivosmart consegue armazenar o registro de até 3 semanas de atividades diárias, o que possibilita acompanhar de perto sua evolução durante a prática de exercícios.

LG Lifeband Touch

A solução da LG para a prática de atividades físicas envia alertas vibratórios para seu usuário e se mostra capaz de controlar a reprodução de músicas sem que você tenha que retirar seu smartphone do bolso. Além disso, o aplicativo LG Fitness se destaca por sua capacidade de trabalhar com monitores cardíacos fabricados por outras companhias.

Fitbit Surge

Nova geração da pulseira Fitbit, o Surge se destaca por trabalhar com os sistemas operacionais Windows Phone, Android e iOS. Além disso, o produto possui uma quantidade generosa de sensores embutidos, o que garante uma experiência de uso bastante completa ao permitir que o acessório obtenha de forma automática todos os dados sobre a saúde de seu usuário.

Cupons de desconto TecMundo: