Você sabia que uma pessoa com acesso ao seu computador pode conhecer quais são as suas senhas de acesso se você as deixar salvas no navegador? Normalmente não vemos muito perigo na opção dos browsers de memorizar senhas e logins e clicamos em aceitar sem saber que o código pessoal de segurança fica desprotegido na tela.

Em navegadores como o Google Chrome, o Mozilla Firefox e o Internet Explorer, há recursos que possibilitam ver quais são as senhas guardadas na memória, e é possível conhecer a combinação de caracteres que você utiliza para entrar em cada site, rede social ou conta de email.

O que é mais impressionante é que esses mecanismos para revelar as senhas não são tão difíceis assim de achar. Em cada browser, há uma maneira diferente de abrir essa ferramenta. No Chrome, por exemplo, o caminho é pela página de configurações, na seção de senhas; que você pode acessar rapidamente digitando chrome://settings/passwords na barra de endereçamento.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

Esse campo apresenta quais são os acessos registrados no navegador e, ao lado de cada endereço e login, há uma opção para “Mostrar” a senha, revelando os caracteres que dão acesso às suas contas. As páginas em que você marca a opção “Nunca para este site”, quando o Chrome pergunta se você deseja salvar uma senha, aparecem listadas na janela “Nunca salvam”.

No Firefox, você pode conhecer os registros salvos acessando a página de “Opções” do navegador e entrando no item “Segurança”. Dentro dessa aba, você tem um campo de “Senhas memorizadas” que lista todas as suas entradas e logins memorizados. Aqui também você tem o recurso de ver as combinações com apenas um clique em “Exibir senhas”.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

O importante de conhecer esses caminhos é que você pode apagar esses registros manualmente, um a um, se desejar, ou excluir todo esse histórico para esquecer senhas antigas, que não utiliza mais ou que não podem ficar armazenadas pela sua própria segurança.

Já no caso do Internet Explorer, não há uma seção para verificar as senhas, assim como não há também a possibilidade de gerenciamento dos passwords armazenados. Porém, você pode visualizar os registros do navegador instalando uma ferramenta como o IE Pass View ou utilizando o Show / Reveal Password.

Uma senha para preservar senhas

Para quem utiliza muitas contas com vários acessos em sites e páginas diferentes, pode ser impraticável lembrar todas as senhas. Você pode até se sentir seguro em mantê-las salvas no navegador do seu computador pessoal, caso não compartilhe ele com ninguém, mas em ambientes de trabalho isso pode ser um pouco mais complicado.

Para esses casos, você pode utilizar um mecanismo de senha mestre para proteger todos os seus logins de acesso na internet. O Firefox, por exemplo, tem uma ferramenta própria dentro da aba “Segurança” para você definir uma conta e adicionar as páginas que deseja memorizar.

Outra opção é utilizar o programa LastPass, um confiável aplicativo para armazenar os seus acessos dentro de uma chave mestre e que tem uma interface para você gerenciar suas contas, identidades e histórico de visitações.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

O LastPass funciona com os principais navegadores e sistemas, incluindo aparelhos móveis equipados com Android, iOS, Blackberry ou Windows Phone. Com o aplicativo instalado, você deve criar uma conta e definir uma senha-mestre para agregar os demais acessos.

Salve as suas páginas favoritas e as entradas mais frequentadas dentro da sessão do LastPass. Sempre que você iniciar a navegação na web, pode entrar no perfil configurado por essa conta e senha-mestre, clicando no ícone da ferramenta na barra de extensões para visualizar as suas páginas sem precisar efetuar novos logins.

Para proteger todos os seus acessos, basta realizar o logoff do LastPass para que todas as suas páginas e sessões ativas sejam encerradas, e, se outra pessoa for utilizar o seu computador, não verá as suas senhas salvas durante a navegação.

Cupons de desconto TecMundo: