(Fonte da imagem: ThinkStock)

Se você vive criticando seus pais por eles não conseguirem utilizar direito a internet, chegou a hora de pedir desculpas: de acordo com um estudo publicado por um cientista da Universidade de Cambridge, pessoas mais velhas tendem a escolher senhas mais seguras que jovens adultos e adolescentes.

Analisando mais de 70 milhões de senhas cadastradas no Yahoo! (sem acessar ou divulgar dados pessoais dos envolvidos), o analista levou em conta não só a dificuldade em descobrir os códigos, mas também a idade e a localização dessas pessoas. O resultado foi que pessoas com cerca de 55 anos escolhem sequências bem mais seguras do que aquelas na faixa dos 25 anos.

Mas os problemas são frequentes em todas as faixas etárias: em um ranking de segurança, a maior parte dos dados analisados marcou 10 pontos (de um total de 100). Além disso, quem vincula informações de cartões de crédito à conta tende a ter senhas fáceis demais, como o clássico “123456”. Já quem muda frequentemente os dados de acesso costumam ter os códigos mais difíceis de serem decifrados.

O estudo ainda concluiu que Alemanha e Coreia do Sul são os países com senhas mais seguras, enquanto a Indonésia tem os códigos mais fáceis de serem descobertos.

Fonte: NewsCientist

Cupons de desconto TecMundo: