A expressão "seria cômico, se não fosse trágico" se aplica muito bem a esta notícia. Pode até parecer brincadeira, mas em 2015 já houve mais casos de mortes por causa de fotografias capturadas em situações perigosas do que pelos dentes afiados de tubarões. E isso vai desde suicídios acidentais até acidentes de carros e quedas em escadarias. Pois é... As selfies podem mesmo tirar sua atenção.

Um estudo publicado pelo Mashable, mostra que exatamente o já dissemos anteriormente. São mais casos de mortes relacionadas às selfies do que mortes por ataques de tubarão. No total, os acidentes no primeiro grupo soma 12 mortes neste ano, enquanto os ferozes animais marinhos vitimaram oito pessoas.

De acordo com o levantamento, o principal tipo de acidente relacionado às selfies está nas quedas (4 do total). A segunda posição fica por conta de impactos com trens e outros equipamentos parecidos. Geralmente, esses acidentes acontecem com turistas que estão distraídos — mas também há casos em que as selfies foram tiradas por pessoas com armas e acabaram com resultados ruins.

Como você já deve saber, selfies são muito legais, mas é preciso tomar cuidado em diversas situações para evitar acidentes — que podem causar lesões nos mais diversos graus. É claro que a quantidade de pessoas que tem contato com smartphones é muito maior do que a de pessoas que entram no mar em áreas com tubarões. Mesmo assim, evite capturar fotografias em situações perigosas e mantenha-se seguro.

Você imaginava que selfies seriam mais letais que tubarões? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: