(Fonte da imagem: Reprodução/Twitter)

Que Kim Dotcom é alguém bastante exótico, todos nós já sabemos (caso deseje comprovar isso, veja esse artigo aqui no TecMundo). Depois de muitos processos, parece que os seus bens que foram apreendidos em 2012 finalmente serão devolvidos ao milionário – bens que incluem carros esportivos, quantias de dinheiro e o seu casarão em Auckland, na Nova Zelândia.

A Alta Corte de Auckland declinou um pedido para manter os bens de Kim Dotcom confiscados por mais tempo, sendo que ele pode receber tudo em um prazo de até 15 dias. O milionário comemorou no Twitter, já que está mais de um ano sem esses bens. Recapitulando o episódio, Kim Dotcom teve seus bens e propriedades apreendidas na Nova Zelândia devido às ordens restritivas da Corte dos Estados Unidos, alegando que ele infringiu direitos autorais ao disponibilizar conteúdos piratas na internet através do serviço Megaupload.

Desde então, Kim Dotcom tem estado em confronto com as cortes dos Estados Unidos e da Nova Zelândia para reaver os seus bens. Para piorar as coisas, no ano passado Kim Dotcom foi vigiado e espionado de perto pelo governo neozelandês, e inclusive o processou por tais ações – como você pode lembrar aqui. Infelizmente para ele, a decisão do governo de devolver os bens confiscados foi tomada somente alguns dias depois de diversos estúdios de Hollywood entraram com ações judiciais contra ele.

De acordo com essas ações, Dotcom foi responsável por criar um hub e distribuir ilegalmente conteúdos em massa na internet – no caso, disseminado milhares e milhares de filmes e músicas. Parece que o excêntrico milionário do mundo da tecnologia não vai ficar feliz por muito tempo.

Cupons de desconto TecMundo: