(Fonte da imagem: Shutterstock)

Em 2007, um vírus chamado Zeus atacou milhares de computadores em todo o mundo. A praga virtual foi desenvolvida com um objetivo simples, mas perigoso: roubar senhas e dados de contas bancárias das vítimas.

Desde a sua criação, muitas variações surgiram. Cada versão tinha como objetivo escapar da detecção dos antivírus, mas o objetivo do Cavalo de Troia continuou basicamente o mesmo: roubar dados de contas bancárias.

Apesar de o vírus ser antigo, ele ainda se propaga pela rede. Assim que o Zeus infecta uma máquina, ele se mantém dormente até que a vítima acesse um site de banco. Isso desperta a praga, que rouba senhas e dados de acesso.

Zeus (também conhecido como ZBOT) é tão poderoso que pode, até mesmo, substituir a página da instituição financeira com o objetivo de ludibriar as pessoas a entregarem os seus dados.

Zeus atacando pelo Facebook

Parece que, mesmo depois de tanto tempo, o vírus Zeus ainda não parou de incomodar. A nova versão da praga virtual agora ataca a partir do Facebook. De acordo com um relatório divulgado pela Trend Micro, os ataques do Zeus se intensificaram e atingiram o seu pico em maio deste ano.

Eric Feinberg, fundador do grupo Fans Against Kounterfeit Enterprise (FAKE), percebeu um aumento no número de links maliciosos em páginas populares do Facebook, como uma fanpage da N.F.L. (Liga Nacional de Futebol dos Estados Unidos), que direciona os usuários a uma rede de computadores pirata controlada por criminosos russos, que acaba disseminando o vírus.

Feinberg diz que essa é apenas uma de muitas páginas do Facebook com o mesmo objetivo, e diz que já entrou em contato com a rede social para tentar encontrar uma solução para o problema. Ele também afirma que é preciso ter muito cuidado na rede, pois é muito fácil criar um perfil falso.

Já vimos algo parecido recentemente, quando uma página falsa alegava sortear iPhones na rede social.

Como se proteger

Para escapar desse tipo de problema, é preciso, antes de tudo, uma boa dose de bom senso. Evite acessar páginas suspeitas no Facebook e, principalmente, não saia clicando em todos os links que aparecem na sua linha do tempo.

O Facebook disponibiliza uma página que traz diversas informações de segurança e dicas de como se proteger contra fraudes. Além disso, se você acredita que o seu perfil ou os seus dados possam ter sido comprometidos, é possível proteger a sua conta.

Além disso, como existem milhares de perfis ativos na rede, a empresa pede que os usuários reportem qualquer conta ou página suspeita. Essa tarefa ficou um pouco mais fácil agora que o Facebook possui um sistema para a verificação de contas.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Manter o antivírus do seu computador sempre atualizado também é muito importante para garantir a integridade dos seus dados. Se você não possui um antivírus instalado em sua máquina, clique aqui para encontrar muitas opções gratuitas e eficientes.

A Trend Micro informa que o vírus Zeus ou ZBOT costuma criar duas pastas com nomes aleatórios na pasta %Applications Data%. Enquanto uma delas contém uma cópia do ZBOT, a outra carrega dados criptografados. Se você possui um pouco mais de experiência, pode fazer essa verificação manualmente.

Cupons de desconto TecMundo: