(Fonte da imagem: Reprodução/Mashable)

Por mais que existam campanhas de conscientização para que os usuários de internet não caiam em golpes, as práticas criminosas virtuais ainda são muito comuns. E, segundo um estudo publicado pelo site Mashable, 65% das pessoas com acesso à internet já caíram em algum tipo de armadilha — ou mesmo expôs brechas de segurança para terceiros.

E, infelizmente, o Brasil está entre os três países com maior percentual de vítimas de crimes cibernéticos em relação ao total de habitantes com acesso à rede. O país que lidera o ranking é a China (com 83%), sendo seguido de perto por Brasil e Índia (que empatam em 76%) e dos Estados Unidos (com 73%).

Por causa de crimes virtuais, estima-se que as empresas de todo o mundo tenham prejuízos que ultrapassam a marca de US$ 1 trilhão (valor que foi atingido em 2008 e pode ter crescido bastante desde então). Para evitar que seu nome faça parte das estatísticas, lembre-se sempre de tomar cuidado com senhas, links e informações cedidas para outras pessoas.

Cupons de desconto TecMundo: