Porto Seguro sofre tentativa de ataque hacker que afeta sistemas

1 min de leitura
Imagem de: Porto Seguro sofre tentativa de ataque hacker que afeta sistemas
Imagem: Porto Seguro/Reprodução
Avatar do autor

A seguradora Porto Seguro sofreu uma tentativa de ataque cibernético ontem (14), o que acabou gerando instabilidade nos sistemas da empresa. Os canais de atendimento da companhia também acabaram sendo afetados parcialmente.

A Porto Seguro informou a situação em um comunicado enviado ao mercado e aos acionistas. No documento, assinado por Roberto Santos, diretor-presidente e de Relações com Investidores, foi informado que todos os protocolos de segurança foram ativados logo após a tentativa.

A carta destacou que os serviços e o ambiente operacional começaram a ser restabelecidos de maneira gradual poucas horas após o caso. “Esclarece, ainda, que até o momento não foi identificado qualquer vazamento de dados da companhia, suas [redes] controladas, seus clientes e/ou parceiros, incluindo quaisquer dados pessoais”, conforme outro trecho.

De acordo com informações obtidas por Felipe Payão, editor de conteúdo original e cibersegurança do TecMundo, a tentativa de ataque acabou afetando a comunicação interna da companhia, incluindo o WhatsApp e os telefones.

A Porto Seguro já havia sido alvo, em 2018, de um vazamento que expôs dados bancários de mais de 2 mil clientes e funcionários. As informações, que incluíam detalhes até de executivos da empresa, estavam sendo comercializadas na internet.

Vazamento importante

Além desse caso da Porto Seguro, o TecMundo informou ontem (14) uma má configuração do servidor do mecanismo de pesquisa de código aberto ElasticSearch, que era utilizado pela empresa Hariexpress, que resultou na exposição de pelo menos 1,7 bilhão de dados sensíveis de empresas de e-commerces como Magazine Luiza, Mercado Livre e Amazon.

A descoberta foi feita pelo laboratório Safety Detectives, que publicou um relatório mostrando todas as informações que estavam disponíveis.