Motoristas da Amazon são punidos por câmeras com IA

1 min de leitura
Imagem de: Motoristas da Amazon são punidos por câmeras com IA
Imagem: Freepik
Avatar do autor

Câmeras com inteligência artificial (IA) instaladas nas vans da Amazon nos Estados Unidos estão penalizando motoristas da empresa injustamente, ao denunciar hábitos de direção considerados seguros e situações que fogem ao seu controle. É o que disseram os profissionais atuantes no serviço de entrega ao site Motherboard.

Sob anonimato, motoristas da varejista relataram que a ferramenta de monitoramento registra os movimentos de olhar para os retrovisores, mexer no rádio e interrupções causadas por outras pessoas como "direção insegura". Quando isso acontece, o sistema emite uma "voz distópica e robótica", de acordo com eles, alertando sobre o erro.

Ao identificar esses possíveis eventos de direção insegura, as câmeras com IA enviam os dados para a companhia. A Amazon, por sua vez, utiliza as informações para classificar o trabalho dos condutores dos furgões como ruim, razoável, bom ou fantástico.

Alguns motoristas cobrem as câmeras para evitar as detecções erradas.Alguns motoristas cobrem as câmeras para evitar as detecções erradas.Fonte:  Motherboard/Reprodução 

Com base nas classificações, as empresas de serviços de entrega podem receber bônus para utilizar em reparos e outras coisas, desde que as pontuações semanais dos seus funcionários cheguem ao patamar mais elevado. Mas o proprietário de um destes provedores também reclamou da tecnologia, afirmando que ela é usada apenas para diminuir os pagamentos extras.

Amazon se defende

A Amazon começou a usar as câmeras com IA da startup Netradyne em fevereiro, tecnologia presente em mais da metade das vans de entrega da empresa no território americano, atualmente. Conforme a varejista, o sistema aumenta a segurança dos motoristas enquanto eles estão na estão na estrada.

Desde que a ferramenta foi instalada, a companhia afirma que os acidentes envolvendo os veículos com câmeras diminuíram 48%. Também foram reduzidos os sinais de parada e violações (77%), a distração ao dirigir (75%) e a direção sem cinto de segurança (60%).

Em relação aos erros cometidos pela IA, a empresa disse que tais eventos não afetam a classificação dos motoristas, ao contrário das reclamações.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.