Poly Network oferece recompensa a hacker que roubou criptomoedas

1 min de leitura
Imagem de: Poly Network oferece recompensa a hacker que roubou criptomoedas
Imagem: Pixabay
Avatar do autor

Vítima do que é chamado de "o maior roubo de criptomoedas já feito", a plataforma de finanças Poly Network ofereceu uma recompensa em dinheiro ao hacker que invadiu os sistemas da companhia.

Segundo a agência de notícias Reuters, o responsável pelo roubo poderá receber um bônus de US$ 500 mil — cerca de R$ 2,6 milhões em conversão direta de moeda — por ajudar a mostrar as aparentes vulnerabilidades no sistema da Poly Network que levaram ao roubo e a melhorar a proteção de ambientes envolvendo criptomoedas.

Nada é o que parece

A reviravolta no caso começou a se desenrolar nesta quinta-feira (12), quando a companhia confirmou que boa parte dos quase US$ 600 milhões roubados em Ethereum já haviam sido devolvidos pelo invasor, que aparentemente não tinha intenções de realmente fugir com o valor.

Como indicam os comunicados da Poly Network, trata-se de um hacker da modalidade white hat, ou seja, um especialista ético que realiza testes de invasão em sistemas para apontar falhas.

A reportagem original não confirma se o responsável aceitou ou não a recompensa, mas a resposta já teria sido dada. Outra hipótese levantada por especialistas da área sugere que o cibercriminoso não teria condições de repassar ou fazer a lavagem do dinheiro roubado, e que por isso adotou a estratégia de invasão colaborativa.

Fontes