Google Chrome ganha modo de acesso exclusivo a páginas HTTPS

1 min de leitura
Imagem de: Google Chrome ganha modo de acesso exclusivo a páginas HTTPS
Imagem: Pixabay
Avatar do autor

Para proteger quem navega pela internet usando sua solução, o Google está trabalhando em um modo exclusivo de acesso a páginas HTTPS para o Google Chrome, funcionalidade já testada nos lançamentos prévios do Chrome 93 para Windows, Mac, Linux, Chrome OS e Android. Aliás, este já se tornou o protocolo padrão de todas as URLs sem especificação digitadas na barra de endereço.

Espera-se, com a medida, a redução de ataques MITM (man-in-the-middle), por meio dos quais agentes mal-intencionados se tornam capazes de visualizar dados não criptografados trocados por servidores. Além disso, a medida impede o uso de malwares para capturar informações diversas, a exemplo de senhas, informações de cartões de crédito e afins.

Concorrentes como o Microsoft Edge, que deve lançar algo semelhante em julho, e o Mozilla também dedicam atenção a esse cenário, portanto o Google se torna o mais novo nome a disponibilizar o recurso.

Navegador recebe recurso para aprimorar segurança de quem o utiliza.Navegador recebe recurso para aprimorar segurança de quem o utiliza.Fonte:  Pixabay 

Ativando modo seguro

Caso deseje experimentar desde já os benefícios do modo HTTPS, é preciso, primeiramente, visitar chrome://flags/#https-only-mode-setting e ativar "HTTPS-Only Mode Setting". O comando adicionará a opção "Always use secure connections" (sempre usar conexões seguras, em tradução livre).

Após configurado, o Google Chrome atualizará automaticamente toda a navegação e exibirá alertas de páginas incompatíveis.

Não há anúncio oficial de sua chegada definitiva a todos os usuários, mas a implementação deve ocorrer em 31 de agosto, data em que o Chrome 93 poderá atingir sua versão estável.

Google Chrome ganha modo de acesso exclusivo a páginas HTTPS