Por segurança, Chrome bloqueará conteúdos que não usam o HTTPS

1 min de leitura
Imagem de: Por segurança, Chrome bloqueará conteúdos que não usam o HTTPS
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

A Google anunciou que vai bloquear imagens, áudios e vídeos que não sejam carregados por meio do Protocolo de Transferência de Hipertexto Seguro (HTTPS). Isso já começa a valer no Chrome 79, que será lançado em dezembro. Segundo a a companhia, a medida visa aumentar a privacidade e a segurança dos internautas.

Há algum tempo, a companhia de Mountain View vem tentando incentivar os administradores de sites a usar o HTTPS como padrão, chegando até mesmo a tomar medidas extremas, como marcar páginas que usam o HTTP como inseguras. Mas isto parece não ter adiantado, já que muitos endereços na web ainda oferecem acesso por meio das conexões antigas.

A ideia da Google é fazer um bloqueio progressivo, iniciando pela versão 79 do seu navegador, adicionando uma configuração para bloquear todo o conteúdo misto por padrão. Este tipo de conteúdo é aquele em que o site oferece acesso por meio do HTTPS, porém faz o upload de conteúdos utilizando uma conexão HTTP não segura.

(Fonte: Google Blog/Reprodução)

No Chrome 79 ainda será possível desbloquear o conteúdo misto em páginas específicas, clicando no ícone do cadeado na barra de navegação, entrando nas configurações do site. Mas a Gigante de Buscas alerta que estes conteúdos em HTTP podem ser modificados por invasores para enganar os usuários ou instalar programas de rastreamento, por exemplo.

Chrome 80 e 81

Já no Chrome 80, cujo lançamento deve acontecer em janeiro de 2020, os recursos mistos de áudio e vídeo serão atualizados automaticamente para HTTPS, mas caso o navegador não consiga carregá-los com segurança eles serão bloqueados e sinalizados como não seguros. Nesta versão, também será possível desbloquear os conteúdos de mídia acessando as configurações.

E no Chrome 81, que estará disponível a partir de fevereiro de 2020, segundo a Google, a intenção é seguir o mesmo procedimento de bloqueio das imagens e áudio mistos, fazendo os desenvolvedores investirem de vez nas conexões seguras para evitar qualquer tipo de falha.

Cupons de desconto TecMundo:

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Por segurança, Chrome bloqueará conteúdos que não usam o HTTPS