JBS sofre ciberataque e suspende atividades nos EUA e Austrália

1 min de leitura
Imagem de: JBS sofre ciberataque e suspende atividades nos EUA e Austrália
Imagem: JBS
Avatar do autor

A empresa de alimentos JBS, que tem sede no Brasil, foi alvo de um ataque cibernético de grandes proporções nos últimos dias.

Maior fornecedora de carnes do mundo, a companhia foi até obrigada a suspender as operações de divisões na Austrália e nos Estados Unidos até a normalização dos processos.

Como resultado da invasão, serviços de infraestrutura e internet foram derrubados para evitar o espalhamento do golpe. Até o momento, não há indicativos do que aconteceu, mas as suspeitas recaem sobre um ataque de ransomware — que está cada vez mais frequente em grandes corporações e até sistemas governamentais.

E agora?

A JBS alega que os sistemas de backup não foram afetados e que dados de clientes, fornecedores e funcionários não foram comprometidos. A marca já está investigando o que aconteceu e alertou as autoridades assim que a falha foi identificada.

Segundo o site Beef Central, todas as atividades na Austrália foram paralisadas na última segunda-feira (31), com redução parcial de operações nos EUA e Canadá — já que a cadeia de atividades é prejudicada com suspensões em uma das etapas do processo.

As atividades na América do Sul não foram prejudicadas e seguiram normalmente, mas as operações afetadas ainda não possuem um prazo para retornar ao normal.

JBS sofre ciberataque e suspende atividades nos EUA e Austrália