PF investiga vazamento de dados de 223 milhões de brasileiros

1 min de leitura
Imagem de: PF investiga vazamento de dados de 223 milhões de brasileiros
Imagem: Portal Infonet
Avatar do autor

maior vazamento de dados da história do Brasil está sendo investigado pela Polícia Federal. Segundo o G1, a Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD) entrou com um pedido de investigação no fim do mês passado para averiguar a origem da falha de segurança, que expôs informações de 223 milhões de brasileiros, incluindo autoridades do governo e pessoas falecidas.

O objetivo da investigação é encontrar os responsáveis pelo vazamento massivo e também apurar a distribuição e venda de dados. A lista inclui até mesmo informações do presidente Jair Bolsonaro e ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

A investigação pretende encontrar a fonte do vazamento de dadosA investigação pretende encontrar a fonte do vazamento de dadosFonte:  Portal Infonet 

A investigação da Polícia Federal solicitada pela ANPD não é a única que visa descobrir a fonte do vazamento. O ministro Alexandre Moraes também adicionou o caso no inquérito das fake news, que já está em andamento no STF desde o ano passado.

Entenda o caso

O grande vazamento de dados ocorreu em janeiro, em dois lotes. As informações incluídas vão além do nome e e-mail, incluindo também CPF, score no Serasa e endereço.

O envolvimento de informações da Serasa Experian tornaram a empresa a principal suspeita de ter cometido uma falha que resultou no vazamento massivo. A empresa disse que seu sistema não foi invadido.

Um site que permite checar se seu CPF e outros dados foram vazados já está disponível. Caso você tenha sido vítima da falha de segurança, confira algumas dicas de como lidar com a situação.

PF investiga vazamento de dados de 223 milhões de brasileiros