(Fonte da imagem: iStock)

Um grupo de treze norte-americanos entrou com um processo contra o Twitter, a Apple, o Facebook e o FourSquare, além de outras empresas, alegando que as companhias violaram dados pessoais dos seus smartphones sem permissão. Eles solicitam o fim imediato do acesso aos contatos.

O processo cita ainda as empresas Path, Beluga, Yelp, Burbn, Instagram, Gowalla, Foodspotting, Hipster, LinkedIn, Rovio, ZeptoLab, Chillingo, Electronic Arts e Kik. A Path, assim como a Apple, comentaram à CNET que estão trabalhando para corrigir o problema. O LinkedIn negou as acusações e as demais companhias não quiseram comentar o assunto.

O processo surgiu após a descoberta de que o aplicativo Path teria roubado dados pessoais das agendas de contato dos celulares sem permissão. Quanto a esse assunto, a empresa negou a divulgação dos dados pessoais, afirmando que eles são utilizados apenas para descobrir quais dos contatos também utiliza o programa.

Cupons de desconto TecMundo: