Máquina de criptografia nazista é encontrada no fundo do mar

1 min de leitura
Imagem de: Máquina de criptografia nazista é encontrada no fundo do mar
Imagem: WWF/Divulgação
Avatar do autor

Uma rara máquina de criptografia usada pelos nazistas durante a 2ª Guerra Mundial foi encontrada no fundo do Mar Báltico, na Baía de Geltinger (Alemanha), por mergulhadores da organização não governamental World Wide Fund For Nature (WWF). A descoberta aconteceu em novembro.

O “achado sensacional”, conforme descrito pela ONG, ocorreu durante uma expedição em busca de redes de pesca abandonadas na região, que representam um perigo mortal para os animais marinhos. O objeto estava preso em uma dessas redes e chegou a ser confundido pelos mergulhadores com uma máquina de escrever.

Ainda não se sabe como a máquina codificadora nazista foi parar no fundo do mar. Uma das hipóteses é de que ela estava em um dos 50 submarinos alemães afundados na região durante uma operação de autonaufrágio, em 1945. Outra possibilidade é que ela tenha sido atirada de uma embarcação nos últimos dias do conflito, para evitar que os inimigos decifrassem os conteúdos confidenciais dos militares alemães.

A máquina Enigma ficou mais de 70 anos no fundo do mar.A máquina Enigma ficou mais de 70 anos no fundo do mar.Fonte:  WWF/Divulgação 

Conhecida como “Enigma”, a máquina de encriptação alemã surgiu em 1918, mas só começou a ser usada pelos militares a partir de 1930. Ela ganhou fama pela sua suposta indecifrabilidade, possibilitando o envio e o recebimento de mensagens secretas. Porém, o matemático britânico Alan Turing quebrou o código, ação apontada como responsável por antecipar o fim da guerra.

Restauração e exposição

A máquina eletromecânica de criptografia achada no fundo do mar passará por um delicado processo de restauração, que incluirá a sua dessalinização. Todo o trabalho deve demorar pelo menos um ano para ser concluído. Quando estiver completamente limpa, ela ficará exposta em um museu de arqueologia da região onde foi encontrada.

Estima-se que milhares de Enigmas tenham sido produzidas entre 1930 e 1940 pelos alemães. Entre as poucas localizadas, cerca de 50 estão atualmente em exibição, em museus de todo o mundo. Algumas também foram leiloadas por quantias milionárias.