Bolsonaro diz que PF já identificou hacker que atacou STJ

1 min de leitura
Imagem de: Bolsonaro diz que PF já identificou hacker que atacou STJ
Imagem: Reprodução
Avatar do autor

Em transmissão ao vivo no Twitter na noite dessa quinta-feira (5), o presidente Jair Bolsonaro deu indícios de que a Polícia Federal já identificou o hacker responsável pelo ataque ao sistema do site do Superior Tribunal de Justiça (STJ), bloqueando a base de dados de processos em andamento e paralisando totalmente as atividades do órgão.

Falando sobre o ocorrido, o político destacou a ação imediata da PF e sugeriu que Rolando Alexandre, diretor-geral da entidade, concedeu informações a respeito do caso, sem, entretanto, divulgar detalhes. "Já descobriram quem é o hackeador. [...] Já descobriram? O cara hackeou e não conseguiu ficar aí duas horas escondido", disse Bolsonaro.

A extensão do problema é desconhecida, e tanto a PF quanto o setor de informática do STJ analisam como contornar a situação. Um inquérito foi instaurado, com a atuação de peritos de informática, e a suspeita é de que o invasor teve acesso ao backup da base de dados do tribunal, a bloqueou e implantou criptografia nos materiais, exigindo, depois, resgate para liberá-los.

Atividades do STJ foram paralisadas por ataque virtual.Atividades do STJ foram paralisadas por ataque virtual.Fonte:  Reprodução 

Outros sistemas oficiais também foram atingidos ainda ontem em Brasília, mas não se sabe se há relação com o a ação que afetou o STJ. Ministério da Saúde, da Secretaria de Economia do Distrito Federal e do governo do Distrito Federal estão entre eles.

Fontes

Bolsonaro diz que PF já identificou hacker que atacou STJ