Samsung responde polêmica sobre envio de dados para a China

1 min de leitura
Imagem de: Samsung responde polêmica sobre envio de dados para a China
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Samsung acabou sendo alvo da desconfiança dos usuários após um post no Reddit insinuar que chineses teriam invadido os celulares da marca. "Spyware chinês pré-instalado em todos os telefones Samsung", dizia o título da notícia que se espalhou pela internet na última segunda-feira (6), levantando questões sobre o envio de dados de usuários para a China.

De acordo com o autor da postagem, o responsável pelo envio de dados sem permissão seria o aplicativo Device Care. Essa é uma ferramenta presente em todos os celulares da linha Galaxy que permite ao usuário liberar espaço na memória, livrando-se de dados inúteis de forma rápida e prática. Para conseguir fazer essa análise, no entanto, o app tem acesso a tudo no celular.

Essa ferramenta se tornou o alvo da polêmica porque seu desenvolvimento envolveu a colaboração da empresa chinesa Qihoo 360, dona de uma reputação um tanto quanto questionável. Em 2012, uma pessoa denunciou que seu navegador 360 Secure Browser teria um backdoor oculto. Além disso, a chinesa tem seguido os parâmetros de censura determinados pelo governo chinês — e, presumivelmente, fornecendo dados de usuários quando requisitado.

(Fonte: FreeStock/Reprodução)

A conclusão foi rápida, mas precipitada. Para esclarecer os fatos, a Samsung foi a público declarar que se tratava apenas de um grande mal-entendido. Segundo o site SamMobile, os celulares realmente enviam dados para os servidores da empresa, contudo são informações básicas e necessárias que ajudam a otimizar a memória dos mobiles.

“São enviados apenas a versão do sistema operacional, o modelo do telefone, a capacidade de armazenamento e outros dados sobre o aparelho. A Qihoo tem uma biblioteca de referência para identificar arquivos indesejados e os dados enviados aos servidores não identificam o usuário.”, foi o que a Samsung expôs em sua declaração, pedindo para que os usuários ficassem tranquilos.

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Samsung responde polêmica sobre envio de dados para a China