Celulares de Jair Bolsonaro também foram alvos de hackers, diz MJ

1 min de leitura
Imagem de: Celulares de Jair Bolsonaro também foram alvos de hackers, diz MJ
Fonte: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Avatar do autor

Na última terça-feira (23), a Polícia Federal prendeu quatro pessoas suspeitas de terem invadido o celular do ministro da justiça Sérgio Moro, um desembargador, dois delegados da PF e um juiz federal. Hoje, a PF anunciou que telefones utilizados pelo presidente Jair Bolsonaro também foram alvo do grupo.

O Ministério da Justiça e Segurança Pública afirmou em nota que o presidente já foi devidamente comunicado.

O Ministério da Justiça e Segurança Pública foi, por questão de segurança nacional, informado pela Polícia Federal de que aparelhos celulares utilizados pelo Sr. Presidente da República foram alvos de ataques pelo grupo de hackers preso na última terça feira. Por questão de segurança nacional, o fato foi devidamente comunicado ao Sr. Presidente da República.

Não há informações sobre o que os hackers teriam encontrado, ou se efetivamente captaram alguma informação, nos celulares de Bolsonaro.

Operação Spoofing

A operação que investiga a invasão dos celulares das autoridades prendeu quatro pessoas, três homens e uma mulher, suspeitas de integrada o grupo hacker. A polícia Federal estima que eles teriam hackeado cerca de mil pessoas  dentre elas, o ministro da economia Paulo Guedes.

Os detidos foram levados para Brasília e as investigações terão continuidade.

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Celulares de Jair Bolsonaro também foram alvos de hackers, diz MJ