Equifax vai pagar US$ 700 milhões por vazamento de dados

1 min de leitura
Imagem de: Equifax vai pagar US$ 700 milhões por vazamento de dados
Avatar do autor

A Equifax terá que pagar US$ 700 milhões para a Justiça norte-americana após o vazamento de dados de 150 milhões de consumidores em 2017. Segundo a empresa, US$ 300 milhões serão para cobrir serviços de monitoramento de crédito para consumidores impactos, US$ 175 milhões para 48 estados dos EUA e US$ 100 milhões em multas para a CFPB (Consumer Financial Protection Bureau). Caso o valor não cubra as perdas de consumidores, serão pagos US$ 125 milhões adicionais.

Em 2017, a Equifax declarou que hackers conseguiram roubar dados pessoais de mais de 147 milhões de cidadãos norte-americanos da sua base de dados, além de 15,2 milhões de britânicos que também tiveram suas informações roubadas no mesmo ataque.

A Equifax gere dados de 820 milhões de consumidores

“As empresas que lucram com informações pessoais têm uma responsabilidade extra de proteger e proteger esses dados", disse o presidente da Comissão Federal de Comércio (FTC), Joe Simons. “A Equifax não tomou as medidas básicas que podem ter impedido a violação que afetou aproximadamente 147 milhões de consumidores. Esse acordo exige que a empresa tome medidas para melhorar sua segurança de dados no futuro e garantirá que os consumidores prejudicados por essa violação possam receber ajuda para proteger-se contra roubo de identidade e fraude”.

Atualmente, a Equifax gere dados de 820 milhões de consumidores de 91 milhões de empresas em todo o mundo. Você pode relembrar mais detalhes do ataque hacker de 2017 clicando aqui.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Equifax vai pagar US$ 700 milhões por vazamento de dados