O site WebStresser foi fechado hoje por uma operação conjunta entre polícias do Reino Unido e Holanda. Segundo o The Hacker News, o site foi responsável por realizar mais de 4 milhões de ataques DDoS. Os administradores do WebStresser foram presos.

A operação, batizada pelas polícias de "Power Off", ainda contou com o suporte da Europol e outras agências de segurança. Como resultado, seis pessoas foram presas acusadas de gerir o site criminosos de países como Escócia, Croácia, Canadá e Sérvia.

Com 136 mil usuários registrados e uma assinatura de 10 libras (cerca de R$ 50) para cada ataque realizado, o WebStresser agora está fora do ar. Os administradores aceitavam o pagamento de ataques via criptomoedas ou até métodos mais tradicionais.

As polícias alertaram que o ato de realizar DDoS é crime — e no Brasil também.

Cupons de desconto TecMundo: