Imagem de: Domínios de emails da Casa Branca estão desprotegidos, aponta relatório

Domínios de emails da Casa Branca estão desprotegidos, aponta relatório

1 min de leitura
Avatar do autor

A maior parte dos emails da Casa Branca está à mercês de golpes de phishing e spoofing — ataque que consiste em mascarar pacotes IP utilizando endereços de remetentes falsificados. De acordo com relatório da firma de segurança Global Cyber Alliance, apenas sete implementaram o protocolo que monitora as mensagens, o Domain Message Authentication Reporting and Conformance (DMARC).

Dos 26 domínios gerenciados pelo Escritório Executivo do Presidente, apenas um rejeita totalmente o conteúdo que não passa pela autenticação e 18 seguem sem a cobertura do DMARC, que reconhece e elimina as contas falsas implementadas por spammers e phishers. Isso significa que os golpistas podem facilmente usar esses endereços oficiais para "roubar dinheiro, segredos comerciais ou até colocar em risco a segurança nacional".

“Os domínios que implantaram recentemente o DMARC em sua configuração mais baixa incluem whitehouse.gov e eop.gov, dois dos governamentais mais significativos. Espero que o governo se mova rapidamente para bloquear tentativas de phishing em todos eles”, comenta Philip Reitiger, CEO da Global Cyber Alliance.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Domínios de emails da Casa Branca estão desprotegidos, aponta relatório