Podemos dizer que Edward Snowden, é uma das principais figuras quando falamos sobre liberdades civis e vigilância de massa. Isso porque Snowden, que trabalhou para a NSA e CIA, simplesmente expôs ao mundo como as agências norte-americanas atuam para espionar desde alvos até cidadãos comuns. O cara, que agora está em asilo político na Rússia, está trazendo um aplicativo para você transformar o seu smartphone em um sistema de segurança.

O Haven vai transformar o seu celular em um dispositivo que pode gravar áudio ambiente e até bater fotos automaticamente para vigiar um cômodo

Chamado "Haven", o aplicativo é interessante para ser usado em um Android "descartável" (chamado de "burner"). Sabe aquele aparelho Android que você não vendeu ao comprar um novo? Então, ele mesmo.

"Imagine que você tem um cão de guarda que você pode levar para qualquer hotel e deixar no seu quarto quando você sair. E esse cão é realmente inteligente e pode testemunhar e gravar tudo que acontece neste espaço", resume Snowden.

Ou seja: o Haven vai transformar o seu celular em um dispositivo que pode gravar áudio ambiente e até bater fotos automaticamente para vigiar um cômodo. Isso significa que: se você deixar o celular guardando a sua sala, caso alguém entre enquanto o Haven estiver ativo, o celular poderá gravar tudo o que acontece e ainda capturar imagens.

Todas as gravações realizadas pelo Haven são enviadas para o seu smartphone principal ou notebook. É interessante notar que isso acontece via encriptação de ponta a ponta, como o app de mensagens Signal, também indicado por Snowden — o Tor (Onion Route) também é usado para mascarar a rede em que as informações são enviadas.

O Haven torna mais difícil silenciar cidadãos sem ser pego no ato

Para realizar essas ações, o Have usa as câmeras, microfones e acelerômetros do aparelho. Dessa forma, é possível captar até movimentos e distorções que aconteçam no entorno do celular.

"Nós desenvolvemos o Haven como ferramenta para jornalistas investigativos, defensores dos direitos humanos e pessoas em situação de risco. O Haven torna mais difícil silenciar cidadãos — por assaltos, buscas e prisões — sem ser pego no ato", adicionou Snowden.

O Haven funciona em quais aparelhos? O app roda em celulares com Android 4.1, porém, não é interessante usá-lo no seu smartphone pessoal, isso porque a ideia é largar o dispositivo em um cômodo vazio. Seja um Android sobrando na sua casa ou um aparelho super barato, não importa: o Haven foi desenvolvido para funcionar nele.

HavenHaven

Privacidade em jogo

Quando perguntado, via Twitter, se o Haven também não seria usado (até por terceiros atacantes) para espionar os próprios usuários, Snowden deixou claro que o aplicativo é um FOSS: gratuito e com software de código aberto. Isso significa que o código do programa está liberado para qualquer pessoa analisar — você pode conferir aqui o "raw code", que está no GitHub.

O Haven é uma ótima ferramenta para inibir ações ilegais

É interessante notar, disse Snowden à Wired, que o Haven serve para prevenção: ele não impede que alguém realmente entre no seu quarto, na sua sala ou no seu escritório. Porém, ele é uma ferramenta poderosa de inibição.

"Se você faz parte de uma 'polícia secreta' que faz as pessoas desaparecerem, o Have muda o cálculo de risco que você precisa pensar. Você precisa ter a preocupação de que todo celular encontrado pode ser uma testemunha contra você", finalizou.

Achou interessante? O Haven está em Beta e pode ser baixado agora para o seu Android descartável clicando aqui. Você ainda pode conferir uma análise completa do Haven realizada pelo pessoal do The Intercept.

Cupons de desconto TecMundo: