Amazon anunciou um novo serviço para a sua já dominante plataforma de computação em nuvem conhecida como AWS. A novidade se chama Secret Region e trata-se de uma instalação da empresa dedicada a fornecer serviços de nuvem para agências de inteligência norte-americanas, tais como a CIA e algumas outras.

Essa Secret Region não é exatamente secreta, apesar do nome, mas é capaz de lidar com software e dados classificados como “secretos”. Em outras palavras, a estrutura conta com um nível de segurança superior ao que a empresa oferece tradicionalmente no AWS.

O produto foi lançado pela Amazon como parte de um acordo de US$ 600 milhões da empresa com a agência de inteligência norte-americana para modernizar a infraestrutura computacional de segurança do país. Ao que parece, outras agências além da CIA poderão acessar o serviço nos EUA, mas não há qualquer informação sobre a internacionalização desse produto.

A não ser que a Amazon esteja disposta a construir estruturas como a Secret Region em cada país cliente, é bastante improvável que a companhia consiga contratos com agências de inteligência internacionais. Isso porque é difícil imaginar qualquer país no mundo disposto a guardar seus dados confidenciais em data centers localizados nos EUA, país conhecido por sua espionagem internacional massiva.

Cupons de desconto TecMundo: