Para que o novo dono não acessasse seus dados pessoas, como calendário e lista de contatos, ele realizou uma varredura completa no sistema de bordo

Charles Henderson era o feliz dono de um carro que permitia que ele controlasse algumas coisas por meio de um smartphone. Assim, com o aplicativo adequado, ele podia localizar seu veículo, destrancar suas portas e até dar partida no motor.

Porém, Henderson precisou vender seu carro e, para que o novo dono não acessasse seus dados pessoas, como calendário e lista de contatos, ele realizou uma varredura completa no sistema de bordo do veículo e apagou tudo.

Com seu antigo carro vendido, o homem buscou um novo modelo – da mesma marca que o anterior – e tratou de adquiri-lo. Ele não perdeu tempo em novamente acessar o aplicativo da montadora para que pudesse ter nesse novo veículo as mesmas facilidades que tinha no anterior.

Charles Henderson podia acessar seu antigo carro pelo celular

Criminoso sem querer?

Para sua surpresa, lá estava, no aplicativo, seu antigo carro listado como uma de suas posses e com seus comandos liberados para serem realizados da mesma maneira que eram antes, quando Henderson ainda era dono do veículo. Assim, ele poderia ter acesso completo ao automóvel que já havia vendido sem a menor dificuldade.

Apesar de isso não ter sido parte de seu trabalho oficial, ele informou à montadora sobre o problema

Henderson é especialista no tema segurança, visto que trabalha como chefe global da X-Force Red, grupo de segurança da IBM. Sua atividade principal é pensar como um criminoso para encontrar brechas de segurança tanto virtuais quanto físicas. Apesar de isso não ter sido parte de seu trabalho oficial, ele informou à montadora sobre o problema.

Conectividade exagerada pode trazer riscos para as pessoas?

Alerta para a segurança em IoT

Esse acontecimento é um ótimo exemplo de como toda essa conectividade da Internet das Coisas pode ser um lado bastante perigoso para os usuários caso não tomem um cuidado redobrado. Visto que Henderson havia apagado totalmente os dados do veículo, as empresas ligadas a essa área precisam criar meios realmente eficazes de deletar todos os rastros de usuários anteriores.

Fica, então, o aprendizado como experiência e o alerta para consumidores e empresas: com um mundo cada vez mais conectado, talvez seja hora de dar uma atenção maior quando a necessidade real é se desconectar de verdade.

Cupons de desconto TecMundo: