A Kaspersky realizou uma pesquisa, apontando que apenas 42% dos usuários de smartphones instalaram algum tipo de dispositivo de segurança em seus aparelhos. A justificativa fornecida pela empresa é de que a população não tem o devido conhecimento sobre as ameaças que podem infectar os celulares e por isso desconsideram os métodos de segurança, apesar de 54% demonstrar preocupação relacionada aos desktops.

Apesar de não instalarem os aplicativos de proteção, as pessoas tentam se defender de possíveis ameaças, porém grande parte (82%) se limita apenas às senhas. O problema é que elas protegem apenas contra crimes físicos impedindo que outro indivíduo tenha acesso aos dados.No entanto o smartphone continua vulnerável aos ataques virtuais, como malwares e phishing — sites e apps falsos que roubam informações pessoais e bancárias, agindo até mesmo sob o controle do próprio usuário.

Além dessas informações, a pesquisa trouxe dados sobre outras plataformas e mostrou que a tendência da população é proteger os computadores, pois 88% dos respondentes alegaram ter um antivírus em seus PCs. Com relação aos tablets, 57% dos entrevistados afirmaram que usam algum tipo de proteção nesses aparelhos. O estudo englobou 12 mil participantes de 21 países diferentes e foi divulgado para apoiar a Campanha de Conscientização sobre Malwares para Dispositivos Móveis (Mobile Malware Awareness Campaign), da Europol, que está participando do Mês de Segurança Cibernética na Europa (European Cyber Security Month).

Cupons de desconto TecMundo: