O governo dos Estados Unidos, através da CIA, está preparando uma grande operação de ciberataque contra a Rússia, de acordo com a rede NBC. A reportagem da emissora americana afirma que oficiais do governo estão trabalhando em uma operação “clandestina” com o objetivo de expor e “envergonhar” líderes russos.

Caso realmente aconteça, o possível ataque será uma retaliação clara aos hackers que invadiram computadores do Comitê Nacional do Partido Democrata e vazaram mais de 20 mil emails e informações pessoais do partido através do WikiLeaks. O FBI e as duas empresas de segurança independentes que trabalharam no caso afirmam que a invasão foi feita por hackers apoiados pelo governo russo.

Enquanto isso, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, classificou as ameaças como retórica eleitoral da Casa Branca.

Na sexta-feira (14), o vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, afirmou durante uma entrevista que os americanos pretendem mandar uma mensagem de grande impacto para os russos e que o público não deve ficar sabendo quando ela for enviada. Enquanto isso, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, classificou as ameaças como retórica eleitoral da Casa Branca.

Ainda de acordo com a reportagem da NBC, dois oficiais da CIA disseram que a Casa Branca sempre planejou ciberataques contra a Rússia, mas acabava por desistir da ideia. O próprio WikiLeaks se posicionou sobre o caso, afirmando que se a operação fosse séria, ela não teria sido anunciada e seria feita pela NSA, a Agência Nacional de Segurança.

A notícia chega a público faltando menos de um mês para sabermos o resultado da eleição presidencial americana entre a democrata Hillary Clinton e o republicano Donald Trump. O contexto é especialmente importante, pois os democratas acusam a Rússia de tentar interferir na eleição com o vazamento seletivo de emails.

Cupons de desconto TecMundo: