A conferência anual Black Hat Security permite que diversos especialistas em segurança da informação se reúnam e compartilhem suas últimas descobertas. Durante a edição deste ano, alguns pesquisadores revelaram como era possível roubar a impressão digital dos usuários do Android.

Utilizando os dispositivos HTC One Max e Samsung Galaxy S5, os especialistas descobriram brechas no framework do Android, abrindo acesso ao ambiente virtual e permitindo compras não autorizadas no nome do usuário.

Um dos métodos ignora completamente a verificação de chave biométrica no PayPal, possibilitando o envio de dinheiro sem permissão. Isso deixa os usuários ainda mais preocupados e desconfiados na hora de utiliza os novos serviços de pagamentos móveis, como o Android Pay e o Samsung Pay.

iPhone impenetrável?

Por outro lado, o smartphone da Apple impediu o acesso dos hackers através do método de burlar o acesso biométrico ou de obter a impressão digital. Isso porque a empresa utiliza uma tecnologia de encriptação avançada para proteger os dados pessoais.

O framework do iOS é considerado impenetrável, evitando o acesso ao sistema de comunicação entre a leitura biométrica e o desbloqueio de interface. Tudo isso contribui para um acesso seguro às funções da Apple Pay.

Vale lembrar que uma falha de segurança gravíssima atingiu os usuários do Android no mês passado, lançando posteriormente uma atualização para corrigir o problema. Entretanto, a nova revelação coloca em prova os sistemas de segurança empregados pelo SO da Google.

Em relação à segurança, quem você prefere? Android, iOS ou Windows Phone? Comente no Fórum do TecMundo

EDIT: Assim como foi comentado pelos nosso leitores Raphael Barreiros e Harold Luiz Palazzini Cardozo, vale destacar que o sistema biométrico hackeado pelos especialistas não foi desenvolvido pela Google, mas sim pelos pessoal da Samsung e HTC. Ao que tudo indica, a tecnologia de biometria oficial será lançada junto com o Android M.

Cupons de desconto TecMundo: