Uma das maiores falhas já descobertas no sistema operacional Android deve ser totalmente corrigida em uma nova atualização enviada pela Google. Uma série de dispositivos que apresentavam brechas no aplicativo de mensagens de texto padrão do smartphone serão corrigidos.

A nova versão do aplicativo deve impedir que o bug na biblioteca Stagefright, que envia códigos maliciosos para o seu dispositivo. Originalmente, o ataque que poderia infectar 95% dos Androids do mercado usava as mensagens MMS para ser disseminado. Uma das novidades é que agora é necessário clicar em um vídeo antes de ele ser reproduzido, o que deve servir para não ativar automaticamente o vírus.

As atualizações dependem bastante de liberação das operadoras (especialmente se o seu dispositivo for vinculado a uma) e não deve chegar a todos os países ao mesmo tempo, mas a Google parece ter compreendido a urgência do assunto. Na seleção de aparelhos que terão a falha sanada, uma série de produtos sucesso de vendas nos últimos anos e neste.

A lista de dispositivos a serem atualizados é a seguinte:

Para garantir que falhas assim não sejam mais descobertas tarde demais, a Google passará a enviar atualizações automáticas de segurança uma vez por mês para dispositivos da família Nexus. A Samsung também teria alterado para melhor a forma com que envia updates de segurança.

É recomendável que os donos de um tablet ou smartphone com Android versão Jelly Bean ou inferior atualizem de qualquer forma o aplicativo Messenger, mesmo que o dispositivo não esteja na lista acima ou que o aviso de update não chegue.

Pior falha na história do Android permite invasão com apenas uma mensagem Opine sobre o caso no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: