FBI pode ter usado vulnerabilidade do Tor Browser para rastrear pedófilos

1 min de leitura
Imagem de: FBI pode ter usado vulnerabilidade do Tor Browser para rastrear pedófilos
Imagem: Newsweek
Avatar do autor

De acordo com uma reportagem publicada ontem (30) no site Motherboard, um site de pedofilia hospedado na deep web e que atendia pelo nome de Giftbox estava utilizando uma vulnerabilidade no navegador Tor Browser para atacar os seus visitantes, abrindo caminho para a instalação de programas que seriam capazes de rastreá-los. A página, que atualmente está fora do ar, era uma famosa comunidade de pedófilos no “lado sombrio” da web.

O mais impressionante é que, embora não existam informações concretas sobre quem estava por trás dessa manobra, a teoria mais aceita é a de que a página, na verdade, estava sendo gerenciada pela Agência Federal de Investigação (FBI), justamente para investigar e rastrear internautas que praticam o crime de pedofilia. Em janeiro deste ano, o TecMundo noticiou que a agência havia se infiltrado em um site similar para caçar outros pedófilos.

Já a equipe responsável pelo Tor Project afirmou que uma atualização de emergência já foi liberada para consertar a brecha presente no navegador — afinal, mesmo que tal incidente tenha sido causado pelo FBI por uma boa causa, outros indivíduos podem ter utilizado o mesmo exploit para atacar internautas “inocentes” que estivessem navegando na deep web através da rede Tor.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
FBI pode ter usado vulnerabilidade do Tor Browser para rastrear pedófilos