Recentemente, o TecMundo foi convidado para conhecer a nova linha de soluções NAS e NAS Pro da Seagate. Com foco nas pequenas e médias empresas, o dispositivo de armazenagem atende até 50 funcionários. Ele funciona como uma espécie de servidor em tamanho menor e formato de caixa, capaz de fazer backup das informações, realizar armazenamento compartilhado, trabalhar com virtualização e vigilância.

Uma vez que o sistema é acessado via navegador, ele também pode ser utilizado através de qualquer dispositivo móvel com acesso à internet. Tanto o NAS quanto o NAS Pro compartilham do mesmo sistema operacional, o NAS OS 4, Linux – fisicamente eles também são quase idênticos, a única diferença é a coloração fosca e a black piano.

Disponíveis nas capacidades 2 TB e 30 TB, o NAS e sua versão Pro possuem HDs com tolerância avançada a vibração. Caso o cliente opte, ele também pode comprar o NAS sem os discos rígidos, podendo assim personalizá-los como quiser. Vale destacar que a própria Seagate é responsável pelo desenvolvimento do hardware, sistema operacional e aplicativos inclusos no NAS, o que evita a incompatibilidade entre os dispositivos.

O Seagate NAS Business Storage possui modelos com 2 e 4 baias. O dispositivo utiliza o processador Marvel ARM 1,2 GHz e possui 512 MB de RAM. Uma vez que o produto é vendido sob encomenda, o cliente pode montá-lo usando quantos HDs quiser ou até mesmo comprá-lo sem nenhum.

A versão Seagate NAS PRO é recomendável para quem visa aumentar a produtividade dos negócios. Com processador Intel dual-core 1,7 GHz C2000, ele pode atender múltiplos usuários, fazer a troca de documentos rapidamente e executar diversos aplicativos ao mesmo tempo. Está disponível nos modelos de 2, 4 e 6 baias e suporta de 2 até 30 TB de capacidade.

Acesse remoto e virtualização

Ao armazenar os dados no NAS, o conteúdo estará disponível em qualquer plataforma com acesso à internet. Dessa maneira, você não fica preso apenas ao Windows, Linux ou Mac e consegue visualizar os documentos a partir de smartphones e tablets. O controle do acesso é feito por meio de login e senha.

A interface do NAS OS 4 foi pensada para facilitar o processo de navegação. O software Sdrive do aparelho faz com que ele seja apresentado como se fosse apenas outro disco conectado ao computador. Com isso, é possível arrastar e soltar, visualizar miniaturas e abrir arquivos utilizando os softwares instalados na própria máquina.

Os dispositivos NAS são compatíveis com diferentes tecnologias de virtualização, entre elas a VMware e a Citrix. Futuramente, a Seagate pretende incluir também o sistema de VM da Microsoft.

Sistema de segurança

Visto que a capacidade de armazenagem do NAS é bem grande, ele também pode ser utilizado como um método de backup para sistemas de vigilância. O próprio dispositivo conta com o Seagate Surveillance Manager, um software compatível com diversas câmeras IPs capaz de realizar gravações de maneira programada e customizável.

Além de registrar a movimentação, o aparelho também permite a execução do conteúdo através do próprio servidor. Dessa maneira, é possível assistir à captura por meio de PCs ou dispositivos móveis em tempo real. O método de alerta pode ser programado para enviar notificações sempre que ocorrer alguma ação suspeita.

A interface do Seagate Surveillance Manager

Embora o NAS seja capaz de trabalhar com sistemas de vigilância, é recomendável utilizar HDs específicos para a tarefa, tais como os da linha Seagate Surveillance HDD. Isso evita a perda de alguns segundos da gravação e garante segurança 24 horas.

Uma vez que o produto utiliza o protocolo RSYNC para sincronizar os documentos e pastas, mesmo quem utiliza um aparelho diferente também pode se comunicar com o NAS, possibilitando assim o armazenamento remoto.

Via Nuvem

O NAS e o Nas Pro oferecem o acesso seguro via nuvem própria. Com isso, os usuários podem lidar com os arquivos a partir de um local centralizado e disponibilizar o conteúdo para clientes e parceiros selecionados. Isso é feito pelo programa Sdrive que acompanha o produto e também é acessível a partir de tablets e smartphones.

Seagate Sdrive no Android

No total, a linha NAS acompanha cinco aplicativos essenciais: Seagate Antivirus, Seagate Surveillance Manager, WordPress, Own Cloud e BitTorrent Sync.

Opções mais robustas

O Seagate Business Storage 1U é a opção NAS para médias empresas. Com ele, é possível atender até 250 funcionários, fazer múltiplas conexões simultâneas, realizar backups e compartilhar arquivos, estejam eles presentes no Windows ou no Mac.

Nessa versão, o serviço de nuvem utilizado é o Wuala, que sincroniza os dados automaticamente e os torna acessíveis a partir de smartphones e tablets. Por sua vez, os arquivos críticos permanecem confidencias, pois são criptografados e transmitidos diretamente do NAS para os usuários.

O Business Storage 1U 4-Bay é recomendável para empresas com até 100 colaboradores. Ele utiliza processador 2,13 GHz dual-core Intel Atom e memória de RAM de 2 GB. O suporte ao protocolo iSCSI oferece maior desempenho e compatibilidade com ambientes virtualizados.

Já o 8-Bay Rackmount NAS é a opção mais robusta da Seagate, suportando até 250 funcionários. Ele conta com processador 2,3 GHz dual-core e o NAS OS da Seagate. Seu design permite a inclusão de até oito discos Enterprise Capacity – cada um deles possui menos de 9 cm, o que possibilita a manutenção e o upgrade mais facilmente.

Preço e lançamento

Os novos modelos do NAS ainda não chegaram ao Brasil. Entretanto, eles possuem previsão para janeiro de 2015. Também não foram informados os valores oficiais dos produtos.