Você se lembra daquela história de que a Samsung foi processada na China por conta da alta quantidade de aplicativos que são pré-instalados nos dispositivos móveis e que não podem ser removidos por meios tradicionais? A novela continua e o mais novo capítulo é que a fabricante sul-coreana foi mesmo considerada culpada.

Tanto a Samsung quanto a chinesa Oppo perderam a ação judicial para o comitê de proteção ao consumidor local. A partir de agora, ambas serão obrigadas a liberar a desinstalação desses aplicativos, que são chamados de "bloatwares" (ou softwares-bolha, que ocupam espaço e são vazios e pouco funcionais por dentro).

O comitê chegou ao veredito de que somente 24 dos 44 apps pré-instalados só no Galaxy Note 3 são realmente úteis, enquanto o resto poderia ser descartado sem problemas. A Samsung confirmou que vai lançar uma atualização em agosto para seus dispositivos da linha Galaxy que permitirá a desinstalação também de seus bloatwares.

Se a Samsung não cumprir a promessa, ações legais mais concretas serão tomadas. Por enquanto, a decisão será cumprida somente na China e não há qualquer indicativo de que outros países também receberão o mesmo tratamento da fabricante.

A Samsung deveria deixar você tirar apps pré-instalados? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: