(Fonte da imagem: Divulgação/Google)

Um dos executivos da Samsung, Yoon Han-kil, fez recentemente um anúncio que deve ter feito muita gente coçar o cocuruto: a companhia deve lançar um novo smartwatch baseado no Android Wear — versão do robozinho desenvolvido especificamente para as telas minúsculas dos cruzamentos entre relógio e smartphone. Bem, mas... E o Gear 2? E a Tizen, aquele sistema operacional que havia sido escolhido (ao que tudo indicava) em detrimento do Android?

Tudo dentro dos planos, ao que parece. Embora o novo Android Wear deva chegar ainda em 2014, há também uma novidade que deve minimizar o sorriso amarelo de quem comprou um Gear. Segundo Han-kill, os smartphones movidos a Tizen devem ganhar em breve suporte para qualquer smartphone movido a Android — mesmo aparelhos que não tenham sido fabricados pela Samsung.

(Fonte da imagem: Divulgação/Samsung)

Trata-se, naturalmente, de uma manobra importante para tornar o sistema da Linux Foundation mais competitivo no segmento de wearables. Mas não fica só nisso.

Novo smartphone top movido a Tizen

Yoon Han-kill também afirmou que a gigante sul-coreana deve lançar até o final de junho um novo smartphone movido a Tizen. De acordo com o executivo, o primeiro aparelho será, de fato, um dos principais da fabricante, sendo projetado para competir com outros aparelhos top do mercado.

Posteriormente, a Samsung deve lançar também um segundo aparelho, este voltado para um setor intermediário — embora nada tenha sido mencionado sobre possíveis configurações de hardware, para nenhum dos modelos.

(Fonte da imagem: Divulgação/Tizen)

Por fim, ele fez também uma rápida menção ao novo Galaxy Note, o qual deve ganhar um “novo formato” antes do final do ano. Novamente, sem quaisquer detalhes adicionais.

Cupons de desconto TecMundo: