(Fonte da imagem: Reprodução/AP)

Chegou às lojas norte-americanas nesta quinta-feira (16) o mais novo tablet da Samsung. Trata-se do Galaxy Note 10,1, modelo que chega ao mercado com a missão de rivalizar com o iPad, da Apple. O produto está disponível em versões de 16 GB e 32 GB.

Rodando a versão Ice Cream Sandwich do Android, o modelo conta ainda com processador quad-core de 1,4 GHz e 2 GB de RAM. O novo Galaxy Note pesa 597 gramas (em sua versão mais simples, apenas com Wi-Fi) e conta com câmera traseira de 5 MP e câmera frontal de 1,9 MP.

Uma das principais novidades do produto é a possibilidade de usar a caneta stylus S Pen em aplicativos específicos, como é o caso do Photoshop Touch, pré-instalado no tablet da Samsung. Outro chamariz do produto é o recurso multiscreen, que permite a visualização de dois aplicativos lado a lado.

Os aparelhos podem ser encontrados nas lojas norte-americanas por US$ 499 (o equivalente a R$ 1.000, sem impostos) em sua versão de 16 GB e por US$ 549 (o equivalente a R$ 1,1 mil, sem impostos) em sua versão de 32 GB. 

Recepção negativa

As primeiras análises de sites internacionais que já tiveram acesso ao produto não foram muito positivas. O site The Verge deu uma nota geral 5,4, em uma escala de 0 a 10, para o novo tablet. Segundo a publicação, câmeras, desempenho e software pesaram negativamente na avaliação.

Já o site Engadget afirma que pagar US$ 499 pelo tablet é muito, se levarmos em consideração a qualidade dos demais produtos existentes no mercado. O aparelho não possui apps otimizados e, desde o lançamento do último modelo, não houve uma evolução significativa.

Samsung Galaxy Note 10,1 - Especificações

  • Sistema operacional: Android 4.0 (Ice Cream Sandwich);
  • Processador: quad-core de 1,4 GHz;
  • RAM: 2 GB;
  • Câmera traseira: 5 megapixels;
  • Câmera frontal: 1,9 megapixel;
  • Conectividade: Wi-Fi e 3G;
  • Preço: US$ 499 (16 GB) e US$ 549 (32 GB).

Fonte: CNET, Engadget e The Verge

Cupons de desconto TecMundo: