Samsung 837. Esse é o nome do mais novo projeto da empresa sul-coreana para fazer frente aos seus grandes rivais do universo mobile. Depois de a Apple erguer sua loja icônica no coração de Nova York e de a Microsoft, anos depois, seguir passos semelhantes – com um empreendimento monstruoso na mesma cidade –, agora é a hora da dona da marca Galaxy se estabelecer em Manhattan e abrir as portas de um outlet bem diferente do convencional para o público local, focado mais em experiências do que vendas.

Espere aí, uma loja que não quer os seus trocados? Exatamente isso. Em vez de apresentar centenas de metros cúbicos de prateleiras recheadas de dispositivos para os consumidores finais, o prédio de três andares na metrópole norte-americana é descrito pela Samsung como um misto de ponto cultural e playground digital. A ideia é que, em vez ir para lá para adquirir seu Galaxy S7 – ou Galaxy S7 Edge, se você for do tipo ainda mais abonado –, o usuário fale com especialistas da marca, participe de workshops e respire o universo Samsung.

“Nos propusemos a construir um centro de excelência em marketing e pensamos imediatamente na cidade de Nova York, onde o melhor do marketing acontece e as pessoas estão firmemente ligadas à cultura”, explicou Gregory Lee, presidente e CEO da Samsung Electronics America. Com isso em mente, o local possibilita aos visitantes experimentar a última palavra em tecnologia produzida pela companhia, assistir a apresentações artísticas e até interagir com uma demonstração de realidade virtual em larga escala em um túnel VR.

Como é possível conferir na galeria acima, o espaço é bastante amplo e aconchegante, oferecendo diversos ambientes distintos – cada um dele dedicado a um tipo de mercado em que a sul-coreana trabalha – e um auditório bem imponente, com um telão que corta o edifício do teto ao chão. Embora o conceito seja bastante inovador em sua proposta de possibilitar uma visão do futuro tecnológico da empresa, a Samsung 837 não é exatamente uma novidade, já que o projeto é baseado na loja Korean D’light, montada em Seoul há alguns anos.

Ainda assim, o local não deixa de ser um ponto turístico mais do que interessante para qualquer aficionado por tecnologia que resolver dar um pulinho em Manhattan durante as férias. Afinal, nada melhor do que experimentar um pouco de tudo sem deixar a conta no vermelho, não é?

Você gostaria que uma loja-conceito da Samsung fosse inaugurada no Brasil? Comente no Fórum do TecMundo!

Cupons de desconto TecMundo: