A Samsung pretende que o abastecimento inicial do Galaxy S8 para o mercado seja o dobro do que foi com o S7

Após ter tido problemas com o fornecimento do Galaxy S6 – talvez por não ter previsto o tamanho do sucesso do dispositivo –, a Samsung melhorou bastante a produção e distribuição da geração seguinte de seu top de linha, o Galaxy S7. Agora, com o lançamento do Galaxy S8 na última quarta-feira (29), Dong-jin Koh, chefe da divisão mobile da empresa sul-coreana, garantiu: “não haverá problemas de atraso no fornecimento” do aparelho.

Já prevendo a grande popularidade da nova linha de smartphones, a Samsung afirmou estar preparada para a alta demanda de aparelhos, inclusive já esperando que ele seja mais comercializado que seu antecessor, que bateu diversos recordes de venda na companhia.

Fábrica da Samsung, em Gumi, na Coreia do Sul: produção a todo vapor!

Produção fácil, quantidade enorme

Durante uma coletiva de imprensa com Dong-jin Koh, o executivo afirmou não haver dificuldades na produção dos dispositivos e confirmou que a Samsung pretende que o abastecimento inicial do Galaxy S8 para o mercado seja o dobro do que foi com o S7. Isso indicaria uma quantidade de nada menos que 20 milhões de unidades do novo smartphone da empresa.

Com data de lançamento prevista para 21 de abril e mercados poderosos no mundo todo, incluindo os EUA, o Galaxy S8 deve chegar a outros lugares, inclusive no Brasil, não muito tempo depois disso. Para conferir os supostos preços do dispositivo no nosso país, clique neste link.

Cupons de desconto TecMundo: