Redes sociais são populares. Fato. Elas estão disponíveis para todos e, por conta disso, infelizmente temos a oportunidade de encontrar pessoas mal-intencionadas entre os seus usuários. Graças a estas, medidas extremas são tomadas em alguns países, e as mais recentes foram vistas em Bangladesh, onde o governo local bloqueou o uso do Facebook, do WhatsApp, do Facebook Messenger, do Line, do Tango e do Viber

De acordo com informações que estão correndo pela rede, os habitantes do país estão proibidos de usar as redes sociais por conta da ação de criminosos. Por lá, essas pessoas encontraram nesses serviços o canal perfeito para divulgar seus planos, manter contato e até mesmo coordenar atividades criminosas, mas parece que há outro motivo por trás dessa medida. 

O site The Economic Times informa que esse banimento foi realizado por medo de que a oposição acabe se revoltando após a decisão de sentença de morte de alguns líderes da oposição por conta de crimes cometidos durante a guerra de 1971 (e cujas execuções ocorreram nesta semana). Logo, uma explicação para tal ação também pode ter relação com o fato de que pessoas contrárias ao governo pudessem criar algum tipo de plano para afetá-lo. 

Vale mencionar que, como sempre, alguns espertinhos encontraram uma forma de burlar esse sistema. No Twitter (e até mesmo no próprio Facebook), há usuários divulgando mensagens com explicações sobre como é possível contornar essa proibição recorrendo a VPNs. 

Ação recorrente 

Algo que vale a pena mencionar é que essa não é a primeira vez que as redes sociais são banidas em Bangladesh, pois a mesma ação foi vista em 2010. Na ocasião, tal decisão foi tomada depois que algumas imagens satíricas do profeta Maomé surgiram na rede, e por conta disso a Comissão Reguladora de Telecomunicações de Bangladesh proibiu o Facebook temporariamente após alegar que as imagens em questão “feriam os sentimentos religiosos da população de maioria muçulmana”.

Bloquear redes sociais é a melhor forma de combater atos criminosos? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: