A comunicação está em constante evolução e, com isso, a publicidade também. Foi-se o tempo em que a melhor forma de atingir os consumidores era inserir comerciais no intervalo da novela. Hoje em dia, um novo filão está tomando força: os posts patrocinados.

Com certeza você já os viu: eles nem sempre se parecem com uma propaganda comum, com slogan ou frases de efeitos. Algumas vezes, seu artista favorito publica uma foto usando uma roupa ou um produto de uma empresa e faz elogios sobre sua “escolha”. “A utilização de formadores de opinião no conjunto de comunicação é fundamental para qualquer campanha online hoje em dia”, explicou Rafael Urgh, coordenador de conteúdo de uma agência de marketing, ao site UOL.

Compartilhar as próprias preferências na internet é uma prática comum, mesmo para anônimos. Vai dizer que você nunca publicou uma foto de seu refrigerante favorito, por exemplo? A diferença é que esse mesmo post feito por alguém com inúmeros seguidores também funciona como publicidade – e as empresas estão cada vez mais compreendendo esse mercado.

Com "cara" de postagem comum, anúncios pagos não incomodam seguidores

Mercados específicos

Uma das principais vantagens de publicações patrocinadas é a facilidade de atingir nichos específicos do mercado. Gracyanne Barbosa, por exemplo, é uma musa fitness que possui milhares de seguidores que copiam sua rotina de exercícios, dietas e suplementos alimentares. Por isso, ela tem posts patrocinados para esse perfil de usuário.

Já tratamentos estéticos ou clínicas de embelezamento são divulgados por atrizes da moda, como Fernanda Souza. E o post nem precisa ser “pago”: a famosa faz o tratamento de graça e divulga para seus seguidores. As vantagens desse tipo de permuta são o baixo custo de investimento das empresas e o amplo alcance de pessoas que vão se interessar por aquele produto específico.

Permuta é uma prática comum nesse tipo de publicidade

Valores e recepção

O valor de cada publipost varia de acordo com o artista. Mas pode chegar a preços de carros populares, por exemplo. Sabrina Sato tem quase 10 milhões de seguidores no Twitter; por isso um post patrocinado não sai por menos de R$ 15 mil. Já Bruno Gagliasso embolsa no mínimo R$ 11 mil por cada inserção desse tipo de publicidade – ele tem 3 milhões seguidores. Quanto mais popular o artista, maior o cachê recebido.

E o melhor de tudo: esse tipo de publicidade não é mal vista e às vezes é confundida como sendo uma publicação normal. Uma foto da Nicole Bahls anunciando brigadeiros sem glúten teve mais de 20 mil curtidas no Instagram – o mesmo tanto que uma foto “normal” dela possui.

Nicole Bahls anuncia produtos saudáveis

Via EmResumo

Cupons de desconto TecMundo: