Quem joga futebol todas as semanas em quadras alugadas por todo o Brasil conhece o drama: se você não conhece dois goleiros, conseguir atletas para guardar as metas na “pelada” é um parto. Entretanto, não faltam jogadores dispostos a salvar essas partidas e fazer um “bico” de arqueiro – o que faltava era uma forma de organizar isso tudo.

O goleiro e empresário na área de tecnologia Samuel Toaldo percebeu que estava disputando partidas em excesso como goleiro todas as semanas em Curitiba. A demanda dos amigos era grande, mas a organização ficou difícil. De brincadeira, começou a avisar que iria cobrar pelo serviço de “aluguel” de si mesmo e criou uma página com a ideia no Facebook. Com o tempo, ela passou a projeto e atividade. Hoje, é uma startup que não vê limites na expansão.

Por enquanto, o funcionamento ainda é rudimentar. Toaldo e outros goleiros colaboradores que aderiram ao projeto depois de um tempo recebem as convocações por Facebook ou WhatsApp e cobram R$ 30 por partida – valor bem aceitável quando dividido entre todos os seis ou sete membros de uma equipe.

O dinheiro arrecadado vai para a compra de materiais esportivos que são doados a instituições de caridade, de bolas a luvas para, quem sabe, ajudar a formar futuros amantes do esporte. Já o uniforme oficial dos goleiros de aluguel veio em parceria com uma fornecedora de materiais esportivos, enquanto o patrocínio principal é de uma faculdade particular.

Agarrando a oportunidade

Em breve, o Goleiro de Aluguel lançará um aplicativo mobile para facilitar as chamadas. Tudo o que você precisará fazer é usar a geolocalização do celular para chamar um guarda-redes disponível para a pelada. Assim como nas ferramentas de táxi, será possível avaliar os goleiros convocados em relação ao desempenho – e o melhor deles ganhará um ingresso para assistir à final da Taça Libertadores da América.

Toaldo já jogou para time infantil, equipes só de juízes e promotores ou para colegas de escritório. São essas histórias (e a necessidade cada vez maior de achar um goleiro para completar o time, claro) que motivam ainda mais o projeto.

O Goleiro de Aluguel existe em Curitiba. Você pode conhecer mais sobre esse projeto na página da startup no Facebook.

Cupons de desconto TecMundo: