O Tinder é um aplicativo de interação social voltado para aqueles que desejam descobrir novas amizades e até consolidar novas paqueras. O programa tem crescido bastante em todo o mundo, tendo o Brasil uma grande participação no seu mercado, e deve ganhar novidades em breve — isso foi o que revelou Sean Rad, cofundador do app, em entrevista para o TechCrunch.

De acordo com o site, o serviço passará a contar com planos pagos, o chamado Tinder Plus. Uma das novas funcionalidades oferecidas é o botão “desfazer”. “O recurso mais solicitado para nós é o botão de desfazer uma ação e dar uma segunda chance para a pessoa decidir se realmente quer deslizar o dedo [ação para indicar se há interesse ou não no perfil exibido dependo para que lado é executada]”, comentou Rad.

Outro mecanismo premium será a opção “Passaport” (“Passaporte” em português), a qual permite que o usuário altere o local de pesquisa do Tinder. Atualmente, o aplicativo permite que você apenas delimite o raio de busca a partir de onde você está. “Nós ouvimos frequentemente que os adeptos do serviço gostariam de começar a interagir com pessoas de determinada localidade antes de chegarem lá durante uma viagem ou férias”, complementou o executivo.

Os valores praticados para os planos ainda não foram fixados. A companhia pretende realizar alguns testes e avaliar a aceitação e quanto cada mercado está disposto a pagar pelas funções adicionais. A princípio, as licenças variam de US$ 0,99 (aproximadamente R$ 2,50) a US$ 19,99 (cerca de R$ 50). O Tinder Plus estará disponível a partir de amanhã, dia 6 de novembro.

Cupons de desconto TecMundo: