Quem nunca recebeu esse tipo de felicitação no Orkut? (Fonte da imagem: Reprodução/MegaMensagens)

Quando a Google percebeu que o Orkut já não tinha mais jeito, que ele estava morrendo, algumas ações da empresa foram tomadas para tentar manter os antigos usuários cativos em outro lugar, na nova rede social da companhia. Na época, o Google+ era tido como o lugar para antigos orkuteiros, mas eles não quiseram saber da novidade, pelo menos no Brasil, onde até hoje o Orkut tem mais usuários ativos que e o Google+.

De acordo com dados do Serasa Experian, em dezembro de 2013 o site criado por Orkut Buyukkokten teve 0,64% de todos os acessos em redes sociais, contra 0,47% do irmão mais novo. Pelo menos isso o Orkut tem para comemorar nessa sexta-feira, o seu 10º aniversário.

Mais comunidades que amigos

Falar em Orkut para muitos traz um sentimento nostálgico, principalmente quando as lendárias comunidades são lembradas. A maioria do pessoal que fazia parte do Orkut tinha mais comunidades adicionadas em seu perfil que amigos. Além do mais, elas tinham alguns títulos bastante interessantes, ou inúteis mesmo, dizendo “Eu odeio a segunda-feira”, “Odeio acordar cedo”, “Queria sorvete, mas era feijão”, “Seu Madruga, sua vó tem Orkut?” e assim por diante. Algumas delas eram consideradas mais “existenciais”, como “Eu preciso ficar só” e outras.

O fato é que a rede social deixou saudades por conta de suas particularidades que até hoje não foram completamente substituídas por outras redes da atualidade, como o próprio Facebook; com isso, o pessoal mais resistente a mudanças não pensa em largar o osso. Há relatos de pessoas que ainda estão por lá dizendo que o Orkut melhorou depois que a massa abandonou o site. As comunidades teriam ficado mais interessantes e ativas e as postagens menos brilhosas e cheias de desenhos de boa noite e bom dia.

Sofrimento coletivo (Fonte da imagem: Reprodução/UOL)

Ainda de pé

Atualmente, o Orkut é a sétima rede social mais acessada do Brasil, tendo perdido seu posto de líder há um bom tempo. O Google+, apesar de ser o preferido da Google para o setor, não parece estar atraindo a atenção que a empresa pretendia. É importante notar que a Google já promoveu e ainda promove a migração de contas do Orkut para o Google+ e integra seus sistemas e serviços de uma forma massiva com a nova rede social, deixando o aniversariante de hoje bem de lado.

O Google+ está atualmente se segurando na 11ª posição no ranking dos mais acessados da Serasa Experian. Nos tempos áureos, o Orkut chegou a ter 43 milhões de usuários ativos, quando a internet brasileira tinha pouco mais de 80 milhões de internautas. Essa marca era o grande desafio do Google+ quando foi lançado, em 2011, mas obviamente as coisas não deram tão certo.

Quem sabe o problema foi a presença de muitas funcionalidades, já que o Orkut conseguiu fazer todo esse sucesso permitindo, por um bom tempo, adicionar apenas 12 fotos no perfil e entretendo os usuários com a contagem de recados e depoimentos.

O marco dos anos 2000

Nos últimos dias, o saudosismo tem encorajado muita gente a produzir postagens para matar um pouco da saudade do Orkut. Por isso, você já deve ter visto listas com as antigas e interessantes comunidades que ainda estão no ar, fora a reprodução de alguns recados animados que costumavam enfeitar a lista de scraps de todo mundo.

Sendo assim, se você participou da época de ouro das redes sociais no Brasil, do que sente mais falta no Orkut? Das “comús”, dos GIFs brilhosos, da contagem de scraps, das modinhas como “leio e apago, respondo se puder...” ou das brigas vibrantes nos fóruns? Não se esqueça ainda das “Pérolas do Orkut”, que rendiam tardes inteiras de boas gargalhadas.

Cupons de desconto TecMundo: