Elon Musk critica Twitter e sugere que criará nova rede social

1 min de leitura
Imagem de: Elon Musk critica Twitter e sugere que criará nova rede social
Imagem: Tesla
Avatar do autor

O empresário Elon Musk, que é CEO de companhias como a SpaceX e a Tesla, criticou a rede social Twitter em seu próprio perfil na plataforma. A atual saga de Musk contra a rede social começou na última sexta-feira (25), quando ele criou uma enquete para os seguidores.

"Liberdade de expressão é essencial para uma democracia funcional. Você acredita que o Twitter rigorosamente adere a esses princípios?", questionou o bilionário. A alternativa "Não" venceu por pouco mais de 70% dos 2 milhões de votos recebidos.

No dia seguinte, ele complementou a reclamação. "Levando em conta que o Twitter serve como uma praça pública de fato, falhar ao aderir aos princípios da liberdade de expressão prejudica a democracia. O que deveria ser feito? Uma nova plataforma é necessária?", divagou.

Questionado por seguidores na rede, ele ainda sugeriu que está "pensando de forma séria" em criar uma nova plataforma de rede social. Apesar de jogar a ideia no ar, o bilionário não trouxe mais informações sobre o assunto.

Briga antiga

As reclamações de Musk contra o Twitter são antigas, mas não é apenas a rede social que faz imposições sobre o que o empresário pode ou não publicar. Em 2018, ele foi obrigado a deixar a presidência do conselho da Tesla e pagar uma multa após uma investigação da Comissão de Títulos e Câmbios dos EUA (SEC). O motivo foi uma série de tweets sobre as ações da montadora, que teria causado mudanças irregulares no mercado.

Como punição, a conta de Musk é supervisionada pelos advogados da companhia até hoje — e a SEC no início deste mês determinou que a vigilância deve continuar. Esse é o principal motivo pelos atuais ataques do empresário à plataforma.

Além disso, em 2021, ele voltou a provocar alterações no preço das ações da Tesla ao realizar uma enquete no Twitter sobre ele vender ou não parte de sua participação. Esse caso atualmente está em investigação por suposta venda sob informações privilegiadas envolvendo Elon e o irmão, Kimbal.

O próprio Musk já alegou diversas vezes que deixaria o Twitter, mas em todas as oportunidades ficou apenas alguns dias longe da plataforma.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.