Twitter irá remover mídias publicadas sem consentimento; entenda

1 min de leitura
Imagem de: Twitter irá remover mídias publicadas sem consentimento; entenda
Imagem: Shutterstock
Avatar do autor

O Twitter anunciou nesta terça-feira (30) mudanças em suas políticas de segurança e privacidade. A plataforma irá remover conteúdos como fotos e vídeos de terceiros, publicadas sem consentimento, que forem sinalizadas através de denúncias. As mídias serão retiradas assim que a empresa for notificada.

“Quando somos notificados por indivíduos retratados, ou por um representante autorizado, de que eles não consentiram em ter sua imagem ou vídeo privado compartilhado, nós os removeremos”, disse o Twitter em uma postagem no blog.

A nova medida é uma extensão das políticas já existentes que proíbem a publicação de informações privadas, como endereços, telefones e identidades, sem consentimento. Apesar das críticas sobre o potencial da ferramenta de ser “usada para sufocar deliberadamente a liberdade de expressão na plataforma”, o Twitter disse que o contexto em que as imagens foram postadas será considerado.

Imagens de eventos públicos como manifestações, geralmente não violam a política de privacidade (Fonte: Shutterstock/Reprodução)Imagens de eventos públicos como manifestações, geralmente não violam a política de privacidade (Fonte: Shutterstock/Reprodução)Fonte:  Shutterstock 

Interesse público

Imagens disponíveis publicamente em sites de notícias ou que “agrega valor ao discurso público, está sendo compartilhada no interesse público ou é relevante para a comunidade” não serão removidas. No entanto, mídias de interesse público que tiverem conteúdo de nudez ou sexual, serão retiradas do site.

Mídias de figuras públicas, como pessoas mencionadas na imprensa, autoridades eleitas, líderes políticos e celebridades, não violam as diretrizes. Assim como pessoas em protestos ou eventos esportivos. Somente se a intenção for “assediar, intimidar ou usar o medo para silenciá-los, podemos remover o conteúdo, em linha com a nossa política contra comportamento abusivo”.

O Twitter ainda acrescentou que usuários reconhecidos podem compartilhar imagens e vídeos particulares com o intuito de ajudar alguém envolvido em uma situação de crise, para denunciar um evento violento ou como parte de um evento de interesse público.