Facebook amplia remoção de conteúdo ofensivo contra figuras públicas

1 min de leitura
Imagem de: Facebook amplia remoção de conteúdo ofensivo contra figuras públicas
Imagem: Reprodução/Shutterstock
Avatar do autor

O Facebook divulgou nesta quarta-feira (13) as novas atualizações na política de segurança da rede social contra situações de bullying e assédio. O objetivo, segundo a empresa, é aumentar a proteção de toda a comunidade e, em especial, as pessoas que são mais vulneráveis a abusos na plataforma.

A primeira atualização consiste no combate às mensagens de ódio enviadas massivamente para pessoas que estão mais em evidência no momento, como vítimas de crimes violentos ou dissidentes do governo, por exemplo. A rede social também deve remover perfis que mandem mensagens de ódio diretamente para a vítima (perfil pessoal) na caixa de entrada ou nos comentários.

O Facebook ressalta que grupos organizados, como contas vinculadas ao estado ou adversárias, exclusivamente para silenciar outros usuários serão removidos da rede. Além disso, foram atualizadas as políticas de remoção envolvendo conteúdo sobre figuras públicas, como políticos, jornalistas, celebridades ou criadores. Entre os conteúdos que serão removidos estão:

  • Conteúdo severo de sexualização;
  • Perfis, páginas e grupos dedicados a sexualizar uma pessoa pública;
  • Imagens e desenhos que possuam edição para fins de sexualização do corpo ou depreciativos;
  • Ataques com descrições físicas negativas da figura pública marcada ou mencionada.

As pessoas que ficarem famosas "involuntariamente" na rede, que vierem de comunidades sub-representada, incluindo mulheres, pessoas de cor e a comunidade LGBTQIA+ e que se tornaram conhecidas por defender os direitos humanos ganharão novos recursos para proteção de conteúdo nocivo sobre sua aparência enviado pelas redes.