Blued, app voltado à comunidade LGBTQIA+, chega ao Brasil

1 min de leitura
Imagem de: Blued, app voltado à comunidade LGBTQIA+, chega ao Brasil
Imagem: Blued/Divulgação
Avatar do autor

O app de relacionamento Blued, voltado à comunidade LGBTQIA+, foi lançado no Brasil nesta quarta-feira (4), com a proposta de oferecer um ambiente livre de preconceitos para que as pessoas se conectem. A plataforma, de origem chinesa, possui atualmente mais de 54 milhões de usuários em 10 países.

Gratuito e disponível para Android e iOS, o Blued oferece espaço para interações e debates sobre os mais variados tipos de assuntos, além de promover encontros virtuais para quem está à procura de um par romântico. A segurança é garantida por meio de um processo de verificação de identidade, cujo objetivo é evitar a criação de fakes.

O procedimento de segurança é opcional, segundo a empresa, mas os perfis que passam pela autenticação recebem um logotipo especial na foto. Além disso, os usuários verificados têm preferência em relação aos demais, aumentando as chances de receberem mais recomendações na rede social.

O app promove encontros virtuais e debates sobre vários temas.O app promove encontros virtuais e debates sobre vários temas.Fonte:  Facebook/Blued 

Conforme o gerente de Marketing Global da empresa Jason Li, a plataforma quer ajudar a reduzir o preconceito no país. “O Brasil é conhecido por sua diversidade cultural e inclusão LGBTQIA+, mas sabemos que tem um longo caminho a percorrer em termos de aceitação, respeito, empatia e acesso. Queremos que o Blued seja um lugar de relacionamento, acolhimento, informação e diversão para a comunidade gay”, comentou o executivo.

Transmissões ao vivo e videochamadas

Para proporcionar uma maior interação, o app de relacionamento LGBTQIA+ traz dois recursos diferenciados. Um deles é o “Transmissão ao Vivo”, que permite a participação em shows de talentos, jogos, shows de comédia e bate-papo casuais, entre outras atividades.

Já com a função “Online”, lançada há pouco tempo no serviço, o objetivo é incentivar os solteiros a conhecer parceiros em potencial, por meio de chamadas de vídeo rápidas. A ferramenta de speed dating mostra informações dos pretendentes, como foto, nome e localização, para que o usuário decida se aceita ou não a chamada.

Fontes

Blued, app voltado à comunidade LGBTQIA+, chega ao Brasil