Influenciadores negros denunciam perseguição de hackers no Instagram

5 min de leitura
Imagem de: Influenciadores negros denunciam perseguição de hackers no Instagram
Avatar do autor

Nos últimos dias, diversos influenciadores negros estão postando e compartilhando relatos preocupantes envolvendo atividades suspeitas em suas redes sociais. Além de alguns terem informado a perda permanente de suas contas, foi confirmado o recebimento de mensagens ameaçadoras após publicação de conteúdos relacionados aos movimentos antirracistas e disseminação de material sobre questões étnicas.

Dentre os casos, a situação da professora de história Caroline Sodré, de 25 anos, chama a atenção pela proporção que atingiu. Especializada em conteúdos que envolvem questões raciais voltadas para a educação, a jovem teve sua primeira conta derrubada após pedir o selo de verificação do Instagram. Segundo a influenciadora, poucos dias depois de efetuar a solicitação, recebeu uma mensagem aparentando ser do suporte da plataforma, requerendo o preenchimento de um curto formulário. Foi o suficiente para que seu perfil caísse logo em seguida.






Ver essa foto no Instagram









Depois vou postar o vídeo no ig sobre esse novo episódio. Talvez muitos entendam que se a pessoa e capaz de mentir, articular para me prejudicar, ela é capaz de mentir para se favorecer ou popularizar. Quem mente, é mentiroso e ponto. A verdade" será questionada sempre. Quem quer fazer show com meu nome, lembre se que eu faço questão de dar o palco e holofotes. Tenho um projeto lindo bancado por mim mesma. Já fiz tanto, e vejo parte desses tantos se levantar contra mim, pq eu não quis prosseguir com eles. Tretas de movimento negro. Não sou obrigada à nada, nem em questões raciais. Hoje é um dia muito feliz para mim. Hoje através de uma tentativa desastrosa de me prejudicar, me ajudaram. Também estou recebendo muita mensagem de apoio de quem tem as mesmas dúvidas que eu. Quando Deus quer, ele usa até o capeta para nos ajudar... e assim ele fez. Hoje eu chorei pela primeira vez no ano. Um choro de alívio, o choro de paz, um choro do fim incansável de saber as razões ao quais tantas coisas deram errado na minha vida, desde que meu projeto se popularizou. . Não existe nada no mundo que um dia não seja revelado né? . Para quem não sabe, eu tenho um projeto social desde 1996, e que em 2015 dei o nome de ÉBANO. Desde então meu projeto ganhou muita força, e eu usava meu conhecimento para ajudar na imagem de outras pessoas. De 2016 á 2017 foram os piores anos da minha vida. Vivi em meia rivalidade, invejas, calúnias, difamação, e tudo através de um grupo criado para me prejudicar. E esse grupo voltou! . Na época eu adoeci, acabaram com o meu emocional com tantas mentiras que surgiam, e eu ficava desesperada para provar a verdade. Eu não comia, não dormia, não tomava banho, eu fui ao fundo do posso por não querer mais trabalhar com algumas pessoas, e não aceitar as investidas de um homem que desejava esta comigo e no meu lugar de poder. . Foram levantadas calúnias por perfis fakes e de conhecidos de quem queria me prejudicar, como estão fazendo agora. . Qual a idoneidade das pessoas que estão falando sobre mim? . Essas são as mesmas pessoas que me adoeceram no passado, e hoje tentando me atacar me ajudaram.??????????????? Só tenho a agradecer!

Uma publicação compartilhada por  Luana Safire (@luanasafire) em

Após criar uma conta alternativa, seu perfil foi novamente derrubado, levando-a a registrar queixa no Reclame Aqui e acionar o Ministério Público. A exposição do caso abriu portas para que diversas outras denúncias surgissem, relatando ameaças, também sofridas pela professora, que chegou a receber uma misteriosa mensagem escrito "não ouse voltar a falar o que você fala".

A recorrência do ataque

Assim como ocorreu com Caroline, a psicóloga Mara Gomes também teve sua conta suspensa diante das mesmas circunstâncias do selo de verificação, porém ainda não conseguiu recuperar o perfil, mesmo tendo entrado em contato com o Facebook, que gerencia as atividades do Instagram.

Já o engenheiro civil Levi Kaique e a diretora da Revista Ébano Brasil, Luana Safire, atuantes em redes sociais e ativistas do movimento Black Lives Matter, informaram ter recebido a mesma mensagem de confirmação do selo de verificação, porém não deram sequência no preenchimento do formulário e escaparam de ter suas contas perdidas.






Ver essa foto no Instagram









Olá afropensantes! Depois de toda essa treta homérica acontecer, uma funcionária do Instagram entrou em contato comigo e pediu para compartilhar algumas dicas de segurança, então segue: * Não clique em links ou e-mails que pareçam suspeitos. * A plataforma também disponibiliza a visualização de e-mails enviados oficialmente pelo Instagram no próprio aplicativo, para os usuários saberem que receberam uma mensagem autêntica. Para conferir se o Instagram tentou entrar em contato com você, acesse as Configurações, Segurança e E-mails do Instagram. Aconselhamos as pessoas a não clicarem em links de e-mails que afirmam ser do Instagram, se não for possível confirmar que o Instagram realmente os enviou. * Jamais informe sua senha a pessoas desconhecidas ou que não sejam de sua inteira confiança. * Ative a autenticação de dois fatores para obter segurança extra para a conta. * Certifique-se de que sua conta de email esteja segura. Qualquer pessoa que tenha acesso aos seus e-mails, possivelmente, também terá acesso à sua conta do Instagram. Altere as senhas de todas as suas contas de email e certifique-se de que elas são diferentes. * Pense bem antes de autorizar aplicativos de terceiros. * Saia da sua conta no Instagram ao usar um computador ou celular que compartilhar com outras pessoas. Não marque a caixa "Mantenha-me conectado" ao efetuar login em um computador público, pois isso o manterá conectado mesmo depois de fechar a janela do navegador. * Escolha uma senha forte. Use uma combinação de, no mínimo, seis números, letras e pontuações (como ! e -). Ela também deve ser diferente das senhas usadas por você em outros locais da Internet. * Altere a sua senha com frequência, especialmente se você receber uma mensagem do Instagram pedindo para alterá-la. Durante verificações de segurança automáticas, às vezes, o Instagram recupera informações de login que foram roubadas de outros sites. Se o Instagram detectar que a sua senha pode ter sido roubada, alterar a sua senha no Instagram e em outros sites ajuda você a manter a sua conta segura e a impedir que ela seja invadida no futuro. #vidasnegrasimportam #racismo #hackeamento #segurançadigital

Uma publicação compartilhada por  Carol Sodre´ (@eucarolinesodre) em

Com os ataques racistas ganhando massa das mais diversas formas em redes sociais, especialmente nas últimas semanas, tais eventos preocupam bastante e colocam ainda mais em xeque as questões envolvendo a cibersegurança e a necessidade de proteger a si e ao próximo no ambiente virtual.

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Influenciadores negros denunciam perseguição de hackers no Instagram