Facebook e Instagram vão permitir desabilitar anúncios políticos

1 min de leitura
Imagem de: Facebook e Instagram vão permitir desabilitar anúncios políticos
Imagem: Pixabay
Avatar do autor

O Facebook anunciou que seus usuários poderão ocultar todos os anúncios políticos, incluindo publicações de questões sociais e de candidatos. A desativação poderá ser feita por meio de uma opção em um desses anúncios ou das configurações do aplicativo. O mesmo recurso também estará presente no Instagram.

Desinformação? Sim, mas só para quem quiser

Ao USA Today, o CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, disse que é mais importante dar voz aos candidatos, para que seus eleitores possam compreender suas intenções, do que remover as informações falsas da plataforma. Por isso, o recurso de ocultar anúncios políticos visa atender àqueles que não querem ser atingidos por esse tipo de conteúdo, seja ele verídico ou não.

O vídeo abaixo mostra as duas maneiras que possibilitam a ocultação de anúncios políticos:

Foco no registro de eleitores

Na campanha com medidas para as eleições presidenciais norte-americanas de 2020, o foco do Facebook é no registro de eleitores. A rede social quer atuar como uma entidade à parte, com o lançamento do “Centro de Informações de Votação”, que vai informar aos cidadãos como e onde votar, além de oferecer informações sobre como se registrar para votar e como votar por correio. Os usuários também podem ativar alertas que os lembrarão de votar e os encaminhem para os locais de votação em novembro.

Engajamento controverso

Ao passo que o Facebook deseja aumentar a participação dos eleitores — chegando aos 4 milhões de registros em 2020, o dobro do que foi alcançado nas eleições de 2016 e 2018 —, parece tentar combater a desinformação somente quando ela não envolve campanhas pagas.

Em contrapartida, o Twitter baniu todos os anúncios políticos em 2019. Na ocasião, o CEO da companhia, Jack Dorsey, declarou que não fazia sentido que a plataforma combatesse a disseminação de informações falsas, mas permitisse aos políticos dizer o que bem entendessem, só porque estariam pagando.

Facebook e Instagram vão permitir desabilitar anúncios políticos