Facebook vai avisar usuários sobre fake news de coronavírus

1 min de leitura
Imagem de: Facebook vai avisar usuários sobre fake news de coronavírus
Imagem: Pixabay
Avatar do autor

O Facebook anunciou que usará marcadores de notícias falsas referentes ao coronavírus. Desse modo, uma notificação surgirá sempre que alguém interagir com esse tipo de publicação e incentivará o acesso à página oficial da Organização Mundial da Saúde (OMS).  A rede social também ganhará uma nova seção chamada “Receba os fatos”, que reunirá informações checadas em 50 línguas por agências credenciadas do mundo todo.

As medidas foram lançadas logo após um relatório da Avaaz, ONG de mobilização social digital, descrever o Facebook como um “epicentro de desinformação sobre o coronavírus”, ao representar 40% dos casos de fake news compartilhadas sobre o tema em seis idiomas.

O estudo ainda apresentou diversas capturas de telas de postagens reais, contendo conselhos perigosos para a saúde, além de falsas promessas de cura da covid-19.

Ferramenta usará marcadores para alertar sobre falsas informaçõesFerramenta usará marcadores para alertar sobre falsas informaçõesFonte:  Facebook/Divulgação 

Diante da situação, Mark Zuckerberg declarou em seu perfil que centenas de milhares de conteúdo desse teor foram removidos da plataforma nas últimas semanas.

Também destacou que em março foram exibidos "avisos sobre cerca de 40 milhões de posts relacionados ao covid-19, com base em 4.000 artigos revisados por verificadores independentes. Quando as pessoas viam esses rótulos de aviso, 95% das vezes não visualizavam o conteúdo original".

Em entrevista ao site Politico, Fadi Quran, diretor de campanha da Avaaz, disse que as novas medidas adotadas seriam motivo de orgulho. Entretanto, não poderiam ainda solucionar os problemas constatados pela organização.