Facebook e Instagram também removem posts de Jair Bolsonaro

1 min de leitura
Imagem de: Facebook e Instagram também removem posts de Jair Bolsonaro
Imagem: Agência Brasil
Avatar do autor

Depois do Twitter apagar duas postagens do presidente Jair Bolsonaro por causa de violações das regras da rede social, agora foi a vez do Facebook e Instagram tomarem a mesma medida. A postagem excluída nesta segunda-feira (30) trazia o mesmo conteúdo removido de um dos tweets no dia anterior.

O post excluído de ambas as redes sociais continha um vídeo em que Bolsonaro conversava com ambulantes durante passeio no Distrito Federal, gerando aglomerações em volta dele. No bate-papo, o presidente se mostra novamente desfavorável ao isolamento social adotado em decorrência da covid-19, comentando que apenas os idosos deveriam ficar em casa.

Já a outra postagem removida do Twitter foi mantida nas outras plataformas. Nela, o presidente aparece entrando em um supermercado e mais uma vez está cercado de pessoas que param para tirar fotos e conversar, além de criticar as medidas adotadas para evitar a disseminação do coronavírus.

Bolsonaro conversa com populares em um dos vídeos removidos do TwitterBolsonaro conversa com populares em um dos vídeos removidos do TwitterFonte:  Facebook/Jair Bolsonaro 

Segundo o Facebook, a remoção do vídeo de Bolsonaro aconteceu porque o conteúdo exibido no perfil oficial violava os Padrões de Comunidade da plataforma. Pelas regras, não é permitido compartilhar “desinformação” que cause danos reais às pessoas.

Líderes políticos x redes sociais

Nas últimas semanas, a pandemia do coronavírus têm feito algumas redes sociais repensarem as suas regras de comunidade. O objetivo é evitar o compartilhamento de informações que contrariam as autoridades de saúde. Com isso, alguns políticos acabaram tendo postagens excluídas.

Além de Jair Bolsonaro, o líder da Venezuela, Nicolás Maduro, também teve uma publicação excluída do Twitter recentemente. Nela, Maduro recomendava um remédio caseiro para tratar a covid-19. O senador brasileiro Flávio Bolsonaro também teve um tweet apagado, assim como o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles.

Outro que teve problemas foi o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. No caso dele, não houve exclusão, mas um vídeo publicado por ele sobre seu adversário político, Joe Biden, passou a ser exibido no Twitter com o aviso de “mídia manipulada”.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Facebook e Instagram também removem posts de Jair Bolsonaro